Dizem que mentira tem perna curta não é? E quem disse essa frase não estava mentindo. Desta forma, o 1 de abril é considerado o Dia da Mentira, uma data em que muitas pessoas aproveitam para “pregar peças” umas nas outras.

Muitas são as explicações para o surgimento da data. Alguns relatos contam que a data surgiu na França, mais especificamente no século XVI, quando o rei francês Carlos IX tornou oficial o novo calendário, definido durante o Concílio de Trento. O novo calendário ficou conhecido como calendário gregoriano por ter sido proposto pelo Papa Gregório XIII.

O Ano Novo era comemorado no país sempre em 25 de março, quando se iniciava a Primavera no Hemisfério Norte. As comemorações duravam cerca de uma semana, finalizando-se no dia 1º de abril. O calendário gregoriano mudou a comemoração dessa data para o dia 1º de janeiro – vigente até hoje. Após 1564, muitos franceses ainda comemoravam o Ano Novo na passagem do mês de março para o mês de abril. Aqueles que sabiam que o novo calendário estava em vigência começaram a zombar dos desavisados, chamando-os de tolos e acusando-os de comemorarem de forma mentirosa a passagem do ano.

Outra explicação surgiu quando começou a ser difundido em Minas Gerais, um periódico intitulado ‘A Mentira’, lançado em 1º de abril de 1828. Como sabemos, Dom Pedro só morreu em 1891, então a notícia do falecimento do rei precisou ser desmentida no dia seguinte. O periódico foi publicado pela última vez em 14 de setembro de 1849, convocando todos os credores para um acerto de contas no dia 1º de abril do ano seguinte, dando como referência um local inexistente.

Agora que você já sabe um pouquinho sobre o surgimento do fatídico Dia da Mentira, por que não assistir a um filme que lembra a temática? Selecionamos para você, leitor, os mais legais justamente para você dar muita risada nessa data. Aproveite!

pinocchio-disneyscreencaps-com-6101

Pinóquio (1940)

Direção: Hamilton Luske e Ben Sharpsteen

Na clássica animação da Disney, Gepeto constrói Pinóquio, um boneco de madeira que o homem trata como filho e que deseja se tornar um menino de verdade. Numa noite estrelada, uma fada azul dá vida a Pinóquio, começando então uma fantástica aventura que vai testar a coragem, a lealdade e a honestidade do boneco, virtudes que ele tem que aprender para se tornar um menino de verdade. Pinóquio ganha um amigo, o Grilo Falante, que lhe dá muitos conselhos, mas o menino não o escuta e se envolve em uma confusão atrás da outra, até que precisa salvar Gepeto, que está preso dentro da barriga de uma baleia. Se você nunca teve a oportunidade de assistir, aproveite!

Curtindo a Vida Adoidado

Curtindo a Vida Adoidado (1986)

Direção: John Hughes

O que uma simples mentira pode fazer? Em ‘Curtindo A Vida Adoidado’ um jovem que, para aproveitar a vida, finge estar doente para matar aula junto com sua namorada e o melhor amigo, é visto como um clássico e um paradigma do cinema da década de 1980. A cena fátidica de Ferris Bueler cantando ‘Twist e Shout’ dos Beatles em cima de um carro em praça pública é sensacional. Ferris é o típico adolescente perito em mentiras. E quem nunca contou aquela mentirinha para não ir à aula?!

O Mentiroso

O Mentiroso (1997)

Direção: Tom Shadyac

Em um especial sobre o dia da mentira, é claro que não poderia faltar este clássico que levou muita gente a dar gargalhadas com as caras e bocas do ator Jim Carey. No filme, Carey é Fletcher Reede, um advogado recém-separado e que precisa ser um pai presente, mas vive mentindo para Max (Justin Cooper), seu filho de cinco anos. A situação se complica para ele quando Max faz um pedido em seu aniversário, em que seu pai não poderá contar nenhuma mentira durante 24 horas. O pedido, de alguma forma, é atendido ele passa a não conseguir mentir durante um dia inteiro, além de se ver forçado a ser sincero sobre tudo o que sente e pensa, o que torna a sua vida um inferno, já que no dia em que está impossibilitado de mentir, tem que defender um caso importante no tribunal, agindo como advogado de Samantha Cole (Jennifer Tilly), uma mulher carente abandonada pelo marido e vítima de acusações envolvendo adultério. Vale muito a pena!

Prenda me se for capaz

Prenda-me Se For Capaz (2002)

Direção: Steven Spielberg

O filme é baseado na história de Frank Abagnale Jr. (Leonardo DiCaprio), que antes de chegar aos 19 anos de idade, conseguiu milhões de dólares passando-se por médico, advogado e um piloto de uma companhia aérea. Seu principal crime foi falsificação de cheques, que o tornou tão experiente e habilidoso que o próprio FBI se dirigia a ele para ajudar na captura de outros falsificadores. O filme se passa na década de 1960 e ainda conta com Tom Hanks, Amy Adams, Ellen Pompeo, Amy Acker no elenco.

O preço de uma verdade

O Preço de uma Verdade (2003)

Direção: Billy Ray

O jornalista Stephen Glass se encaixa bem no perfil do mentiroso patológico e compulsivo. Interpretado nas telonas por Hayden Christensen, Glass era um colunista da revista The New Republic que chamou a atenção do público e da comunidade jornalística pela qualidade das histórias que serviam de base para seus textos e pela pouca idade com que conquistou o sucesso. Sim, ele era muito jovem quando alcançou a “fama”. O que imaginava era que boa parte do que o Jornalista publicava em sua coluna pudesse ser plagiado ou simplesmente inventado pelo autor, o que impedia que até mesmo os colegas de redação desconfiassem de sua credibilidade. Mas, um dia, um jornalista de um veículo concorrente, intrigado com o trabalho de Glass, se aprofunda em uma investigação e desmarcara o fraudador.

O Último Golpe

O Último Golpe (2006)

Direção: Michael Caleo

Quer um bom exemplo de mentira?! Assista a ‘O Último Golpe’. O filme mostra a história de Ted (Michael Keaton), um vendedor cínico que redescobre o prazer da vida quando se apaixona pela noiva de Jaime (Brendan Fraser), seu novo colega de trabalho, que muda-se com sua noiva Belisa (Amber Valletta) recentemente do Meio-Oeste para Nova York onde começa a aprender que a vida é muito mais difícil na cidade grande. A medida em que Ted fica cada vez mais atraído por Belisa, a vida profissional e pessoal de Jaime começa a desabar, sobretudo, quando sua noiva começa a corresponder às investidas.O final é surpreendente e pode te deixar de queixo caído.

meu trabalho

Meu Trabalho é um Parto (2009)

Direção: Lara Shapiro

A fim de evitar sua demissão do trabalho, Thea Clayhill (Lindsay Lohan) decide fingir que ficou grávida. De uma hora para outra todos passam a tratá-la muito bem e, evidentemente, de forma especial. O emprego parece estar garantido, mas o problema será como manter aquela mentira por longos nove meses. Inicialmente a ideia era lançar a comédia nos cinemas, mas os produtores preferiram lançar diretamente na TV, logo após em DVD. O filme é divertido e a atriz Lindsay Lohan se sai bem, provocando algumas risadas. Vale a conferida!

A mentira

A Mentira (2010)

Direção: Will Gluck

A comédia estrelada por Emma Stone é um “aperitivo” para a data. Isso porque tudo começa quando Olive, uma menina super introspectiva e nada popular que faria de tudo para ser notada, conta mentiras para sua melhor amiga Rhi (Aly Michalka), e depois de ser pressionada por ela, conta que perdeu a virgindade com um cara da faculdade. Mas em vez disso, Olive passou o final de semana em casa, ouvindo a música de um cartão que recebeu de seu avô. Marianne Bryant (Amanda Bynes) uma religiosa e fofoqueira da escola, escuta sobre as mentiras e espalha tudo por toda a escola, e Olive passa a ser conhecida como a garota mais sem vergonha da escola. Assim ela mantém sua fama, cobrando a rapazes, também considerados impopulares, para fingir ter saído com eles. O filme foi artisticamente no livro ‘The The Scarlet Letter’ e tem a música ‘Pocketful Of Sunshine’ como ponto forte. Se ainda não assistiu, confira!

De-Pernas-para-o-Ar

De Pernas para o Ar (2010)

Direção: Roberto Santucci

Quer rir bastante neste dia? Então assista a comédia ‘De Pernas para o Ar’. No filme, Alice (Ingrid Guimarães) é uma mulher que a princípio só pensa em trabalho, dando pouca atenção à sua vida social. Depois de ser demitida e ainda abandonada pelo marido, ela muda radicalmente quando conhece sua vizinha Marcela (Maria Paula), dona de uma pequena sex shop chamada Sex Delícia. A moça resolve ajudar a nova amiga em seus negócios e com sucesso as duas conseguem fazer com que a sex shop se torne uma grande rede de lojas. Além disso, esse novo “ramo” fará com que Alice aprenda a dar mais valor ao sexo e às pessoas e inclusive enxergar seu marido João (Bruno Garcia) com outros olhos. Veja!

Adam Sandler,Jennifer Aniston

Esposa de Mentirinha (2011)

Direção: Dennis Dugan

Esse é para quem é fã de Jennifer Aniston e não se importa com a qualidade dos filmes que ela participa. A comédia traz Danny Maccabee (Adam Sandler) que queria um relacionamento sério, e para driblar a carência, passa a ter relacionamentos sem compromisso. Assim, ele toca sua vida como cirurgião plástico bem sucedido, tendo sua melhor amiga Katherine (Jennifer Aniston), mãe solteira de um casal de pirralhos, como fiel escudeira. Um dia ele conhece Palmer (Brooklyn Decker) e a paixão toma conta de ambos. Para conquistar completamente a moça, Danny pisa na bola inventando que é marido da amiga, pai das crianças e que vai se separar. Começa então uma verdadeira aventura amorosa recheada de confusões de todos os tipos. O filme é baseado no filme ‘Cactus Flower’ de 1969, que foi adaptado a partir de uma peça anterior da Broadway escrita por Abe Burrows, que por sua vez foi baseado na peça francesa Fleur de cactus.

O Candidato Honesto

O Candidato Honesto (2014)

Direção: Roberto Santucci

Após abordar a mentira em ‘De Pernas para o Ar’, o diretor Roberto Santucci volta a abordar o tema em ‘O Candidato Honesto’. Aqui, João Ernesto Praxedes (Leandro Hassum) é um político corrupto, candidato à presidência. Quando ele está no segundo turno das eleições, à frente nas pesquisas, é escomungado pela avó, pouco antes de falecer, o que não o permite mais mentir. Então, surge um problema ainda maior: como vencer as eleições apenas falando a verdade? Alguma semelhança com a nossa política atual? Não deixe de assistir e dar boas risadas.

Golpe Duplo

Golpe Duplo (2015)

Direção: Glenn Ficarra, John Requa

Apenas adiantando, o filme é uma mentira do início ao fim. Estaria mentindo se dissesse algo ao contrário. Mas sem revelar muito, o filme conta a história de Nicky (Will Smith), um trapaceiro profissional que é escolhido como vítima por uma iniciante na profissão, Jess (Margot Robbie). O homem se deixa levar pelo golpe para desmascará-la no momento certo. Decepcionada, Jess insiste para que Nicky lhe ensine seu método de trabalho e a aceite na equipe. Após uma certa relutância, Nicky não apenas concorda como se envolve romanticamente com ela, indo contra uma de suas principais regras. O longa estreou recentemen te, mas é um bom exemplo de mentira e trapaça. Vale conferir!

Agora é a sua vez. Comente abaixo os filmes que você gosta sobre o Dia da Mentira ou se faltou algum. A sua opinião é muito importante para nós. Até a próxima!