A partir do dia 8 de agosto o Caixa Belas Artes terá o projeto “Cineclube da Morte”. O projeto conta com a exibição mensal de um filme que aborda o tema da morte, seguido de um bate papo com a especialista em cuidados paliativos Dra. Ana Claudia Arantes e com Tom Almeida, que utilizou sua experiência com conversas sinceras, escuta verdadeira, sem julgamento para auxiliar seu primo a morrer.

A proposta é inspirada nos “death cafés” e “death over dinners”, populares fora do Brasil, os encontros tem o objetivo das pessoas conversaram abertamente sobre a morte e como se deseja ser cuidado nos momentos finais.

O evento acontece todas às terças-feiras, uma vez por mês, às 19h30. O Caixa Belas Artes fica na Rua da Consolação, 2423, próximo ao metrô Consolação. Os ingressos custam R$ 20. Confira abaixo a programação

8/8: “A Partida” (2008), de Yojiro Takita

12/9: “As Invasões Bárbaras” (2003), de Denys Arcand

3/10: “Mar Adentro” (2004), de Alejandro Amenábar

7/11: “O Quarto Filho” (2001), de Nanni Moretti

12/12: “Truman” (2016), de Cesc Gay

Sinopses.

“A Partida”: Daigo Kobayashi tem o sonho de tocar violoncelo profissionalmente. Para tanto se endivida e compra um instrumento, conseguindo emprego em uma orquestra. O pequeno público que comparece às apresentações faz com que a orquestra seja dissolvida. Sem ter como pagar, ele devolve o instrumento e decide morar, com sua esposa Mika, em sua cidade natal. Em busca de emprego, ele se candidata a uma vaga bem remunerada sem saber qual será sua função. Após ser contratado, descobre que será assistente de um agente funerário, o que significa que terá que manipular pessoas mortas. De início Daigo tem nojo da situação, mas a aceita devido ao dinheiro. Apesar disto, esconde o novo trabalho da esposa. Aos poucos ele passa a compreender melhor a tarefa de preparar o corpo de uma pessoa morta para que tenha uma despedida digna.

“As Invasões Bárbaras”: À beira da morte e com dificuldades em aceitar seu passado, Rémy busca encontrar a paz. Para tanto recebe a ajuda de Sébastien, seu filho ausente, sua ex-mulher e velhos amigos.

“Mar Adentro”: Ramón Sampedro é um homem que luta para ter o direito de pôr fim à sua própria vida. Na juventude ele sofreu um acidente, que o deixou tetraplégico e preso a uma cama por 28 anos. Lúcido e extremamente inteligente, Ramón decide lutar na justiça pelo direito de decidir sobre sua própria vida, o que lhe gera problemas com a igreja, a sociedade e até mesmo seus familiares.

“O Quarto Filho”: Giovanni é um psicanalista que reside e trabalha na cidade de Ancona, na Itália. Ele é casado com Paola e tem dois filhos: a menina Irene e o jovem Andrea. Sua vida transcorre tranquila, dividida entre a família e o consultório, até que uma tragédia a transtorna completamente. Para atender ao chamado urgente de um paciente, Giovanni deixa de acompanhar o filho à praia e nesse passeio o rapaz morre afogado. A família, é claro, ressente-se profundamente com a morte e Giovanni sofre uma forte sensação de remorso, apesar do apoio da esposa.

“Truman”: Julian recebe a visita inesperada de seu amigo Tomás, que vive no Canadá. Durante quatro dias, os dois amigos mais Truman, o fiel cão de Julian, irão compartilhar de momentos emocionantes e por vezes cômicos, devido a uma situação extremamente delicada que Julian está vivendo.