O produtor Carlos Munoz Portal, foi assassinado no dia 11 de setembro de 2017, em uma área rural da capital do México, Cidade do México, porém a notícia só veio a público nesse fim de semana. Atuando como assistente de produção freelance, Carlos estava a procura de uma locação para a série “Narcos”, da Netflix.

Munoz, de 37 anos, trabalhou em grandes produções como “Sicário: Terra de Ninguém” (2015) e “007 Contra Spectre” (2015). Seu corpo foi achada dentro de seu carro, com diversas marcas de tiros, não se sabe o motivo do assassinado, porém um porta-voz do Ministério Público mexicano, diz que acredita-se que houve perseguição e que infelizmente não há testemunhas, pois o homicídio aconteceu em um lugar despovoado e marcado pela violência.

A plataforma Netflix lamentou o ocorrido em comunicado oficial, “Estamos cientes da morte de Carlos Muñoz Portal, um respeitado gerente de localização, e oferecemos nossas condolências aos seus parentes. Os fatos ainda são desconhecidos, já que as autoridades continuam a investigar o que aconteceu.”.