“De Canção em Canção” e a busca por preencher nossos vazios existenciais

8 em cada 10 cinéfilos atualmente consideram o cinema de Terrence Malick chato ou pretensioso demais. Esse dado – obviamente inventado por mim, embora reflita muito da experiência que tenho com outros colegas críticos/cinéfilos – demonstra que o recluso diretor, 2 vezes vencedor em Cannes e indicado a 3 Oscars, deixou de ser um dos mais promissores e respeitados talentos de sua geração para se tornar alguém tão vaidoso que ultimamente só faz filmes para si mesmo, não pensando no público. Honestamente, não vejo problema algum em seu estilo. É exatamente o que espero de diretores que considero “autorais”....

Continue Lendo

“Ao Cair da Noite” não vai te arrancar gritos de medo, mas irá te torturar por dentro

Uma das principais estreias dessa semana é o suspense/terror psicológico “Ao Cair da Noite”. O longa é dirigido por Trey Edward Shults, que provavelmente você não conhece, mas no universo do cinema independente já começa a ser considerado um gênio em ascensão. Seu filme anterior – na sua estreia como diretor – “Krisha” foi indicado a vários prêmios. Por ele, Edward concorreu em Cannes, ganhou o Independent Spirit Awards e o Gotham Awards, entre várias outras competições. “Krisha” é um filme muito belo, com estilo de direção sofisticado, tipo de elogio que está se tornando uma marca do diretor,...

Continue Lendo