74 copy

“Capitão Phillips” teve sua estreia nas telonas em 08 de novembro de 2013, e nos presenteia com a indescritível atuação de um dos mais consagrados atores do cinema, Tom Hanks, que interpretou Richard Phillips, o comandante do cargueiro norte-americano sequestrado pelos piratas somalis em 2009.
Interpretar um personagem real não é uma tarefa para qualquer ator ou atriz, e portanto a escolha deve ser muito bem analisada. “Capitão Phillips” acertou em cheio ao escalar Tom Hanks para o papel. O ator encarnou o personagem de forma extraordinária, nos levando a roer unhas. As cenas finais nos mostram que não é, e nunca foi à toa que Hanks sempre foi considerado um dos melhores atores de Hollywood.
O longa foi baseado no livro “A Captain’s Duty: Somali Pirates, Navy SEALs, and Dangerous Days at Sea”, escrito pelo verdadeiro Richard Phillips e dirigido pelo britânico Paul Greengras, diretor conhecido por sucessos como “United 93” e “O Ultimato Bourne”, cujos filmes se caracterizam pelas aflições e angustiantes situações em que os personagens são submetidos.
Um navio bem similar ao Maersk Alabama foi utilizado para as filmagens, onde a equipe do filme esteve à bordo durante 60 dias, portanto a cenografia se fez bastante fiel. Greengras fez questão de filmar com a câmera no ombro, perto dos atores para que as cenas ficassem mais realistas, e o resultado foi o esperado, tivemos a visão de alguém que estava vivenciando a aterrorizante situação.
“Capitão Phillips” possui uma produção excelente, e o roteiro fica por conta de Billy Ray, que honrou o cargo e fez um ótimo trabalho adaptando a obra de Richard Phillips.
Barkhad Abdi, Barkhad Abdirahman, Faysal Ahmed e Mahat M. Ali interpretam os piratas somalis, porém não são atores profissionais. Tom Hanks afirma tê-los conhecido apenas na hora das filmagens, e isso favoreceu a espécie de relacionamento desconfiado presenciado no filme, o que tornou a história ainda mais realista.
O longa teve um orçamento de 70 milhões de dólares e a distribuição do longa no Brasil ficou por conta da Sony Pictures.
A atuação de Tom Hanks pode dar ao ator sua, merecida, sexta indicação ao Oscar.