Em entrevista a revista W o ator Daniel Day-Lewis, falou pela primeira vez sobre a sua aposentadoria.

Em julho desse ano, um representante do ator fez o comunicado dizendo que Lewis “não irá mais trabalhar como ator”. Sendo o drama “Phantom Thread” (traduzindo de forma livre “Linha Fantasma”), o último filme da carreiro do ator.

“Antes de fazer o filme, não sabia que iria parar de atuar. Sei que eu e Paul [diretor] rimos bastante antes de filmar. E aí nós paramos de rir porque fomos invadidos por uma sensação de tristeza. Isso nos surpreendeu. Não sabíamos o que estávamos dando à luz. Foi difícil viver com isso. E ainda é.”, revelou Lewis.

O ator ainda acrescenta, “Não entendi. Mas está estabelecido em mim, e é só lá. Não querer ver o filme está conectado à decisão que fiz para deixar de trabalhar como ator. Mas não é por isso que a tristeza veio para ficar. Isso aconteceu durante a narração da história, e eu realmente não sei por quê.”.

Reynolds Woodcock e sua irmã Cyril são o foco da moda britânica, vestindo a realeza, estrelas do cinema, socialites, debutantes e damas com o distinto estilo da Casa de Woodcock. Mulheres vem e vão na vida de Woodcock, enchendo o solteiro convicto de inspiração até que ele encontra a jovem e decidida Alma, que rapidamente o encanta e torna-se sua musa e amante. Uma vez controlado e planejado, ele percebe que sua vida perfeita é desbalanceada por esse amor.

“Phantom Thread” estreia dia 25 de dezembro nos EUA, porém não há previsão de lançamento no Brasil.