95 copy

A história, olhando por fora, é uma simples história de ficção, porém o filme surpreendeu a todos, é um drama com toques de humor, fala de Deus, mas ao mesmo tempo de assuntos totalmente desprovidos de religião.

O longa acerta em cheio no quesito trilha sonora. Faixas como “The Killing Moon” (Echo & the bunnymen), “Head over heels” (Tears for fears), “Notorious” (Duran Duran), “Love will tear us apart” (Joy Division), “Under the milk way” (The Church) e a inesquecível “Mad World” (Tears for fears) fazem a diferença. Além da trilha sonora, “Donnie Darko” reuniu um elenco brilhante, tendo como atores os irmãos Jake Gyllenhaal e Maggie Gyllenhaal, Drew Barrymore, Patrick Swayze, Seth Rogen, Jena Malone, Mary McDonnell e Noah Wyle, que tiveram atuações intensas e que merecem aplausos estalados. A reunião de atores como esses foi algo impressionante levando-se em conta o fato de que o longa teve um orçamento de apenas US$ 4 milhões.

A fotografia do longa é típica de filmagens criadas no início da década.

O diretor Richard Kelly foi indicado para receber o Grande Prêmio do Júri em 2011 no Festival de Sundance. Richard também foi indicado para o prêmio de Melhor Filme de Estreia em 2002 no Independent Spirit Awards. Na mesma premiação. o ator Jake Gyllenhaal foi indicado à categoria de Melhor Ator e “Donnie Darko” à de Melhor Roteiro de Estreia.