O quarto filme da saga Mad Max foi um sucesso desde quando foi lançado. O sucesso foi tão grande que alguns cinemas do Brasil fizeram uma sessão especial do filme. E as sessões lotaram? Sem dúvidas. A crítica foi unânime em relação a ‘Mad Max: Estrada da Fúria’. Mas será que é o suficiente para levar a estatueta para a casa?

Este longa surpreendeu em todos os quesitos. Tanto é que foi indicado em dez categorias do Oscar. A parte técnica do filme é maravilhosa. George Miller sempre usa efeitos práticos em seus filmes. Não seria diferente em ‘Mad Max’. Grande parte das corridas, das explosões e das quedas aconteceram de verdade! E a maneira como o filme é levado faz isso ficar ainda melhor.

Mad Max

A fotografia do filme valoriza as expressões dos atores e deixa o filme mais emocionante, pois de um lado você vê o desespero das esposas do Immortan Joe e do outro você vê o olhar focado da Furiosa. Mas não só isso. Assistir Fórmula 1 ás vezes é chato, né? Agora imagina uma corrida no deserto e em linha reta. É aí que a fotografia joga junto com a montagem. Há cenas que o George Miller opta por não usar muitos cortes. Isso é um tanto quanto arriscado em um filme de ação, pois tira a dinamicidade do filme. Contudo, George Miller consegue deixar a cena tão empolgante quanto uma cena cheia de cortes.

madmaxfuryroad-hardy-shotgun-mask

‘Mad Max – Estrada da Fúria’ aborda temas importantes como o feminismo. É claro que em momento algum o filme cita este movimento, mas em diversos momentos a Furiosa encoraja as garotas dizendo que elas não são objetos. E também fala do fanatismo religioso. Os jovens eram encorajados a darem a sua vida em batalhas para assim irem pra Valhalla. Em 120 minutos Mad Max faz excelentes críticas sem precisar falar muito. Engana-se amargamente que acha que este é só mais um blockbuster.
Poucos filmes conseguem ser tão maravilhosos tendo um roteiro tão simples. O filme prova que isto é possível. Isso sem dúvidas o favorece muito na disputa. ‘Mad Max: Estrada da Fúria’ é, de fato, o favorito ao prêmio junto com ‘O Regresso’. George Miller provou ser um grande diretor. Este ano há grandes chances de seu filme vencer o Oscar.
Portanto, é difícil falar se ele ganha ou não, mas que as chances são enormes, isso são. Se você está torcendo pra ele, fique feliz! Porém, nem tanto. ‘O Regresso’ também tá de olho na estatueta.

E quem vai ganhar? Daqui a pouco vamos saber. Fique atento a página do Pipoca de Pimenta no Facebook!