Nesta segunda-feira (20), o serviço de streaming Netflix criou o site Infidelidade Netflix, no qual divulgou os resultados de sua mais nova pesquisa. E o tema interessa a todos:  traição com a Netflix. Em outras palavras, eles estudaram o comportamento dos usuários que começaram a assistir uma série com amigo(a)/parceiro(a) e depois continuaram sem ela.

Para divulgar essa pesquisa, a Netflix divulgou o hilário vídeo intitulado “Trai ou Não Trai?” com a participação do apresentador João Kleber. Confira abaixo.

Segundo os resultados os países que mais traem são Brasil (58%), México (57%) e Colômbia (54%); já os mais fiéis são Holanda (71%), Alemanha (65%) e Polônia (65%).

A traição acontece mais com comédia (46%) do que com drama (42%), seguidos de ficção científica (30%), terror (28%) e documentário (26%).

Já em relação às séries, a Netflix divulgou que as dez principais são “The Walking Dead”, “Black Mirror”, “Breaking Bad”, “American Horror Story”, “Orange is the New Black”, “Narcos”, “House of Cards”, “Demolidor” (Marvel), “Stranger Things”, “Gilmore Girls”.

Seguem mais alguns dados.

  • 80% das traições aconteceram por impulso e 66% dos infiéis dizem que não conseguiram parar.
  • 46% das pessoas que traíram dizem que “trair não é tão ruim” e 44% já traíram três vezes ou mais!
  • 45% dos infiéis não confessam e 60% fariam mais vezes se soubessem que não iriam ser descobertos.

Focando no Brasil, 53% dos infiéis são do sexo masculino, já os outros 47% são do sexo feminino. Os três gêneros que mais têm fieis são comédia, ficção cientifica e terror, já as três séries que mais geram infidelidade são “The Walking Dead”, “Narcos” e “Black Mirror”.

A Netflix também traçou os perfil os infiéis daqui:

  • infiel sem vergonha – 42%
  • companheiro fiel – 34%
  • infiel recorrente – 11%
  • infiel à distancia – 7%
  • infiel com insônia – 6%

No site ainda é possível fazer o breve teste se você é fiel ou não ao seu amigo (a)/parceiro (a), ver resultados de mais 28 países e comparar os resultados de um país com o outro.

Em qual perfil você se encaixa? Deixe nos comentários!