Evangelos Odysseus Papathanassiou, ou simplesmente Vangelis, para os mais íntimos, é um compositor e intérprete nascido em 29 de março de 1943 em Volos, na Grécia, que trabalha quase exclusivamente com instrumentos eletrônicos nas suas composições. Visionário e eclético, foi indicado a dois Globos de Ouro e ganhou um Oscar de Melhor Trilha Sonora por “Carruagens de Fogo”, em 1982, mas não esteve presente na cerimônia para receber o prêmio. Completando hoje 75 anos de vida, fizemos uma homenagem relembrando suas cinco composições e contribuições mais marcantes para a história da sétima arte.

Mas antes de prosseguirmos com a lista, vamos relembrar a cerimônia de entrega do Oscar conduzida pelo músico e artista Liberace, que premiou Vangelis competindo contra outros grandes nomes, como John Williams (Os Caçadores da Arca Perdida), Randy Newman (Na Época do Ragtime), Alex North (O Dragão e o Feiticeiro) e Dave Grusin (Num Lago Dourado).

 

 

Agora sim, confiram os melhores trabalhos do compositor para o cinema:

5 – Alexandre (2004) – Drama épico histórico dirigido por Oliver Stone

 

 

4 – Lua de Fel (1992) – Thriller romântico dirigido por Roman Polanski

 

 

3 – 1492: A Conquista do Paraíso (1992) – Épico histórico dirigido por Ridley Scott

 

 

2 – Carruagens de Fogo (1981) – Drama biográfico dirigido por Hugh Hudson

 

 

1 – Blade Runner, o Caçador de Andróides (1982) – Ficção científica existencialista dirigida por Ridley Scott

 

 

Por enquanto é isso pessoal, espero que tenham gostado e até a próxima!

Para mais comentários sobre filmes, sigam-me nas redes sociais:

https://www.instagram.com/danilo_calazans/

https://www.facebook.com/calazansdanilo

https://twitter.com/danilo2calazans