Na última sexta-feira (9), o premiado compositor islandês Jóhann Jóhannsson, morreu aos 48 anos. A causa da morte ainda não foi revelada.

Jóhannsson fez a trilha sonora de diversos filmes como “Os Suspeitos” (2013), A Teoria de Tudo” (2014), “Sicário: Terra de Ninguém” (2015), A Chegada” (2016) e muito mais, sendo conhecido também por sua grande parceria com o diretor Denis Villeneuve. Em 2017, Jóhann iniciou seu trabalho em “Blade Runner 2049”, porém mais tarde saiu do projeto, deixando a trilha sonora nas mãos de Hans Zimmer e Benjamin Wallfisch; também  atuou como consultor musical drama “mãe!” e escreveu uma música para o drama, porém seu trabalho não foi incorporado na edição final do filme.

As obras do compositor ainda poderão ser ouvidas em 2018 nos filmes: “Mandy”, que conta a história de Red Miller (Nicolas Cage) e Mandy Bloom (Andrea Riseborough), que vivem de forma amorosa e pacífica. Quando o paraíso do casal é destruído por um culto liderado pelo sádico Jeremiah Sand, Red entra em uma jornada cheia de sangue e vingança. “The Mercy”, história que gira em torno de Donald Crowhurst (Colin Firth), um célebre iatista que decide fazer de tudo para vencer a Golden Globe Race de 1968. No entanto, sua tentativa desastrada na competição acaba fazendo com que ele embarque em uma jornada perigosa e complexa. E em “Maria Madalena”, que conta a história uma das figuras mais enigmáticas da história bíblica: Maria Madalena (Rooney Mara). Em busca de uma nova maneira de viver, contrariando a sociedade, sua familia tradicional e o machismo de alguns apóstolos, a jovem junta-se a Jesus de Nazaré (Joaquin Phoenix) em sua incansável missão de propagar a fé.

Jóhann Jóhannsson conta com 12 prêmios e 55 indicações, incluindo Grammy, BAFTA, Globo de Ouro e até Oscar.