Se você estava na internet na última semana, tenho certeza que se deparou com o nome de Marina Joyce. A youtuber tomou conta das redes sociais devido a sua mudança de comportamento, e como a internet está cheia de detetives profissionais, chegou-se a conclusão que Marina Joyce fora sequestrada.

MJ 1

A youtuber britânica de 19 anos possuí desde 2010 um canal sobre moda e maquiagem. Na última quarta-feira (27), seu nome foi o mais tweetado e comentado na internet, pelos fãs acreditarem que Marina estava em cativeiro e gravando vídeos forçados. O vídeo que iniciou toda a polêmica foi o ‘Date Outfit Ideas’, publicado no dia 22 de julho. Muitos fãs já vinham entranhando o comportamento da youtuber, dizendo que seu olhar estava diferente e que ela aparentava estar sempre assustada, perceberam que aos exatos 13 segundos, a youtuber solta um “help me” (ajude-me, em inglês) com um sussurro.

Além de sua mudança de comportamento e o misterioso pedido de ajuda, Marina apresentava hematomas nos braços e nas pernas, cogitando cada vez mais a suposição. Esses primeiros fatores serviram de início para todos os detetives do Twitter trabalharem arduamente na madrugada.

MJ 2

Após a publicação de ‘Date Outfit Ideas’ o usuário “Poppy Popsicle” escreveu suas considerações e opiniões no site ‘JustPaste.It’, no dia 23 de julho, sobre, não só o vídeo citado, mas sobre o recente comportamento da jovem, confira: “Tenho a sensação, juntamente com muitas outras pessoas, que alguém está forçando Marina a gravar esses vídeos (provavelmente seu namorado, mas é possível que ela possa ter sido sequestrada) ou então ela está sob efeito de uma overdose de drogas. Ela continua olhando para trás da câmera e sua linguagem corporal a faz parecer incrivelmente desconfortável, quase como se estivesse repetindo o que alguém está fazendo. Ela mal consegue ficar em pé, ela parece estar tremendo, e seu corpo parece duro e cambaleante. Assim como muitas outras pessoas estão notanto, no vídeo “DATE OUTFIT IDEAS”, em 0:13 vocês também podem ouvir a frase ‘help me’ e em 0:15 podem ver claramente o dedo de alguém à esquerda na tela dizendo-lhe para onde ir. Em 1:04 vocês podem notar hematomas visíveis em seus braços, assim como em suas costas em 1:13. Prestem atenção em seus olhos em 1:08, observem como eles olham para trás da câmera com um olhar de medo, e como ela sorri depois disso – como se estivesse seguindo ordens. Tudo o que acontece entre 1:22 e 1:31 parece extremamente forçado”.

A partir deste texto, toda a internet passou a prestar mais atenção em Marina e passaram a assistir outros vídeos publicados. Em ‘Every Day Makeup Tutorial’, publicado no dia 8 de julho, é possível observar algum tipo de rifle ou espingarda no canto de seu cenário e muitos passaram a recuperar fotos antigas da youtuber e dar zoom em seus olhos para encontrar quem seria o suposto sequestrador da artista.

Como era de se esperar, os brasileiros tomaram conta da investigação. O Twitter se transformou no FBI e pistas e especulações eram publicadas a cada minuto. Usuários de renome, com um grande número de seguidores, tornaram-se líderes do movimento e apontavam indícios e indícios de que o sequestro e o abuso realmente existiam, alimentando cada vez mais a situação.

MJ 4

Um fã pediu para Marina colocar um emoji de gatinho em sua bio do Instagram caso ela estivesse mal, e adivinha, Marina colocou um emoji de gatinho em sua bio. Outro fã, em seu Twitter, pediu para Marina dar like em seu tweet caso ela não estivesse bem, e adivinha, ela deu like. Em outro tweet, um fã pergunta se ela está bem e ela responde que sim, mas logo em seguida responde “não”. Ai meu Deus, ela foi sequestrada mesmo, alguém ajude essa menina. Calma, vamos ao outro lado da história.

É realmente aceitável achar estranho seus hematomas, aliás, uma mulher sofrer abuso ou apanhar dentro de casa é algo que ainda vemos corriqueiramente, mas, é preciso observar que não são apenas abusos que causam hematomas no corpo. Um, dos vários motivos que geram hematomas é o uso de drogas recreativas, drogas já defendidas por Marina em tweets e vídeos. Amigos e pessoas mais próximas a youtuber também já confirmaram o uso de drogas por parte de Marina, o que pode sim justificar seus hematomas e sua mudança de comportamento. Em seu ‘Draw My Life’, estilo de vídeo onde a youtuber conta sua vida através de desenhos, Marina disse que arrancava seus cabelos e pelos, deixando-a com hematomas por todo o corpo.

O rifle/espingarda ao fundo de seu cenário deixou todos mais assustados do que deveriam, já que, se voltar para os vídeos postados em 2012, a arma já estava lá, sendo que ela pode ser tanto de brinquedo quanto uma relíquia de colecionador. Outra coisa antiga na vida de Marina é seu emoji de gatinho em sua bio do Instagram. O site Wayback Machine é um banco de dados que arquiva mais de 475 bilhões de páginas de internet, desde 1996 com a intenção de proporcionar, aos usuários, a visualização de versões arquivadas de páginas da Web, tal como eram no passado, e é possível observar que seu gatinho está em sua bio desde 2015. No Twitter de Marina é possível observar que seu número de likes chega a ser maior que seu número de tweets e seus likes vão de tweets de uma palavra só a tweets em outras línguas, tanto que um usuário pediu para ela dar like caso estivesse tudo bem, e foi dado. Muitos famosos utilizam programas para assim demonstrar que o famoso está interagindo com os fãs, não justificando um suposto pedido de socorro da youtuber.

MJ 3

Muitos youtubers não trabalham sozinhos, aliás, muitos possuem uma equipe por trás das câmeras e um roteiro para seguir, e com Marina Joyce não é diferente. No vídeo ‘Date Outfit Ideas’ é possível observarmos uma mão entregando um papel a Marina. Por diversas vezes a youtuber olha para trás da câmera, onde estão suas amigas Ana e Alisha, ajudantes de Marina nas gravações. Durante a repercussão de seu suposto sequestro, foi divulgado a foto que um fã tirou de Marina gravando com mais duas meninas e uma pessoa toda de preto estava segurando a câmera, aumentando ainda mais os indícios, mas uma de suas amigas já publicou uma explicação dizendo que era ela mesma com uma fantasia do Pânico.

Já ia me esquecendo do misterioso ser atrás da câmera. Sim, ao darem zoom nos olhos de Marina em um de seus vídeos, descobriram um homem de capuz gravando. ou foi isso que quiseram ver. É impossível se há mesmo uma pessoa ali. Muito menos afirmar que é um homem. O mesmo acontece com o “help me” do vídeo ‘Date Outfit Ideas’. É um sussurro e qualquer coisa possa ter sido dita, ou quiçá, nada, mas ao imporem de que foi dito tal frase passamos a escuta-la e isso é algo comprovado. Quando somos condicionados a observamos algo que não existe, nosso inconsciente passa a enxerga-lo, mesmo que você não esteja vendo nada.

O caso de Marina Joyce tomou tamanha proporção que chegou à polícia, que se manifestou nas redes sociais afirmando que visitaram Marina e disseram que ela estava bem. Aliás, não só a polícia, mas amigos e familiares também disseram que ela estava sã e salva e de que nada tinha acontecido. Até a própria Marina revelou que estava tudo bem com ela, mas nada adiantou para aqueles que acreditavam em seu sequestro, chegaram até à afirmar que o Estado Islâmico estava envolvido.

MJ 5

Entramos em agosto e o caso esfriou, mas ainda há certa evidência. Fãs brasileiros partiram, indignados, para as redes sociais ameaçando a youtuber por engana-los. Marina Joyce divulgou sua conta do Snapchat, para assim, os fãs a assistirem seu dia a dia e checarem que nada de ruim havia acontecido a ela. Mas os fãs não aceitaram – principalmente os brasileiros, que estavam mais envolvidos no caso. O principal motivo segundo os fãs, foi que Marina Joyce teria feito marketing, tanto que antes de toda a repercussão, Marina estava com 600.000 inscritos, e atualmente ela passa dos 1.800.000. Chegaram a teorizar que Marina foi contratada para iniciar o marketing de divulgação da terceira temporada de ‘Black Mirror’, uma série britânica que envolve contos de ficção cientifica e tratam da tecnologia e todos os seus benefícios e malefícios.

Marina não estava fazendo publicidade para a terceira temporada de ‘Black Mirror’. A youtuber aparentava mais estar vivendo um episódio da série. Por se tornar uma figura pública de grande representatividade entre adolescentes, Marina se tornou um alvo. Muitos alimentavam a ideia de aquilo não passava de um ajuda da jovem, mas poucos sabem das consequências que isso pode causar. Não é normal para um ser humano acordar e ver que todos estão falando de você, e é mais complicado ainda quando passam a acusar você de algo que está além do seu controle. Marina ainda é jovem, pode estar passando por problemas que fazem parte da adolescência, e mesmo que não seja um sequestro inventado, podem ser problemas reais e sérios. Obviamente todo o circo entorno de Marina pouco irá ajuda-lá. Porque este caso pode obrigar a youtuber a expor questões pessoais que irá apenas prejudica-lá.

MJ 6

Pareceu coisa de filme. Casos como esse de Marina Joyce podem acontecer com qualquer pessoa e as consequências podem ser negativas. Seja drogas, marketing ou Estado Islâmico, percebemos que só enxergamos aquilo que queremos ver. Essa é a internet, e se Marina Joyce precisa ser salva de alguma coisa, é da sociedade do espetáculo. #SaveMarinaJoyceFromInternet