O Novato

Utilizando-se de um humor bobinho, mas com simpatia, ‘O Novato’ consegue atingir as expectativas do público no Festival Varilux de 2016.

Quem disse que a adolescência não é uma caixinha de surpresas? A timidez, o despreparo para as coisas mundanas, o despertar da paixão, as atitudes vergonhosas, situações constrangedoras e o bullyng são apenas alguns fatores bem presentes no mundo dos adolescentes. Quem assiste ao filme em questão, deve esperar um enredo monótono e sem grandes acontecimentos. Entretanto, o filme se revela como uma história sobre a valorização da amizade. O que torna o filme agradável nada mais é do que o seu tempo de duração, cerca de uma hora e vinte minutos para mostrar uma verdadeira comédia sobre os fatos hilários da vida.

O Novato1

O filme conta a história de Benóit, um garoto recém-chegado em uma escola de Paris onde o mesmo tenta se enturmar e fazer amigos, tentativa esta frustrada não apenas por ser uma pessoa encabulada, mas devido a um grupo de meninos liderado por Charles que tem uma certa mania por querer chamar a atenção.

Mesmo com toda essa dificuldade, Benóit acaba se aproximando de Johanna, uma jovem sueca que tem uma clara dificuldade em falar francês, ao mesmo tempo em que surgem personagens marcantes para a história do filme e para o próprio Benóit. Joshua, o bobo excêntrico da sala e o que mais fica próximo de Benóit, Constantin que mesmo sem popularidade se mostra entusiasmado para formar o coral da escola e acaba se interessando por Aglaée, uma garota deficiente e também recém chegada que não tenta se enturmar, mas acaba despertando sua curiosidade a respeito do grupo de Benóit.

O Novato2

Com o desejo de se tornar popular, ao mesmo tempo que tenta conquistar Johanna, Benóit acaba aceitando a sugestão do seu tio Greg, decide realizar uma festa no seu pequeno apartamento, o que se torna o clímax da história. Após esse momento, muitas mudanças ocorrem em relação aos personagens, incluindo erros grandes, mas aceitáveis do enredo. A cena da festa da aluna Astrid demonstra uma finalização relevante no tocante a amizade entre Benóit e Joshua.

Dirigido pelo também ator Rudi Rosenberg, curiosamente, ‘O Novato’ tem uma relação bastante incomum com o curta ‘Aglaée’ de 2011, também dirigido por Rosenberg e também com a participação da atriz Geraldine Martineau, uma vez que se trata da mesma personagem de ‘O Novato’. Outra curiosidade é o fato de Geraldine Martineau interpretar uma garota de 14 anos, quando na verdade – a mesma, segundo fontes divergentes, a atriz tem entre 29 e 31 anos.

O Novato3

Muito bem montado e fotografado, não se pode sentir falhas técnicas consideráveis da produção, apesar de uma trilha sonora fraca. A curta duração de tempo do filme, traz erros terríveis da produção, sendo a principal delas o esquecimento dos personagens Charles, Aglaée e Constantin que deixam de participar de uma grande parte do filme, sem falar na participação singela da novata que se interessa por Bernóit.

As cenas cômicas entre os personagens são interessantes e realmente engraçadas, sem nenhum exagero. A cena final do coral da escola onde todo os impopulares cantam desafinados também se torna uma cena marcante no filme e o momento em que se pode entender a mensagem fundamental que o filme dá, ou seja, não importa o quanto as pessoas ignoram ou esnobam outras. Na juventude, existem sonhos que não são alcançados, amores que não são correspondidos e até amizades que são desfeitas e outras que são fortalecidas. O enredo de ‘O Novato’ mostra que não é necessariamente a união que fortalece o ser humano, mas sim, o fortalecimento de uma verdadeira amizade. Afinal, como dizem os franceses: C’est la vie!