SINOPSE

Renee, uma mulher comum, luta diariamente com sua insegurança. Depois de cair de bicicleta e bater a cabeça, ela de repente acorda acreditando ser a mulher mais capaz e bonita do mundo, começando a viver a vida mais confiante e sem medo das falhas.

FICHA TÉCNICA

Direção:

Abby Kohn, Marc Silverstein

Roteiro:

Abby Kohn, Marc Silverstein

Gênero:

Comédia

Produção:

Nicolas Chartier, Dominic Rustam, Amy Schumer, Mary Viola

Elenco:

Amy Schumer, Michelle Williams, Emily Ratajkowski |

Nacionalidade:

EUA

Ano de Produção:

2018

Data de Lançamento:

28 de junho de 2018

Distribuição:

Paris Filmes

CLASSIFICAÇÃO

Direção:

Item não avaliado

Roteiro:

Item não avaliado

Fotografia:

Item não avaliado

Trilha-Sonora:

Item não avaliado

Efeitos Visuais:

Item não avaliado

Efeitos Especiais:

Item não avaliado

Direção de Arte:

Item não avaliado

Elenco:

Item não avaliado

Montagem:

Item não avaliado

Figurino:

Item não avaliado

Maquiagem:

Item não avaliado

Renee Barrett (Amy Schumer) é uma mulher que luta com sua baixa autoestima por não se adequar ao padrões de beleza, e trabalha para uma empresa de maquiagens que possui um escritório grande e chique em Nova York, porém Renee trabalha em um escritório secundário que não passa de um porão sujo, e quando ela é convocada para fazer uma entrega na sede da empresa ela fica deslumbrada com o lindo escritório e todas as lindas mulheres que ali trabalham.

Como no filme “Quero ser Grande” de 1988 protagonizado por Tom Hanks, ela deseja uma mudança milagrosa na sua vida, a qual ela acredita que só pode ocorrer através da mudança de sua aparência, e após assistir “Quero ser Grande” em uma noite chuvosa, ela decide ir a uma fonte fazer um desejo. Sem ter seu desejo atendido, Renne decide que ir a aula de spinning é o próximo passo para alcançar a aparência desejada, porém, durante uma aula ela sofre um acidente com uma das bicicletas, bate a cabeça e fica inconsciente, quando recobra a consciência ela acredita que seu desejo magico foi concedido transformando-a em uma daquelas mulheres lindas que ela tanto admira.

Porém a aparência de Renne não mudou, pelo menos não externamente, e é daí que surgem todas estranhas e engraçadas situações no decorrer do longa. Agora cheia de confiança ela consegue o emprego dos sonhos como recepcionista no escritório sede, tem uma personalidade sedutora e consegue um namorado, Ethan (Rory Scovel), que apesar do que Renne pensa é atraído por sua personalidade divertida e confiante.

Assim como em “O Amor é Cego” (2001), onde apenas Jack BlackGwyneth Paltrow como a mulher perfeita, “Sexy por Acidente”,tenta passar a mensagem de que a aparência não importa, mas faz isso de uma maneira desastrosa (assim como “O Amor é Cego”).

Ao mesmo tempo que o filme mostra que o sucesso de Renne não depende de sua aparência, e que ela pode ser sexy e confiante sem se envergonhar do seu corpo, sua autoconfiança é retratada como se fosse errada e motivo de estranheza. O filme se desenrola da maneira mais previsível possível e passa sua mensagem que, apesar de um clichê, dessa vez não vem seguida de uma transformação do tipo patinho feio, Renne continua sendo a mesma.

Amy Schumer é uma comediante de stand-up conhecida por contradizer os ideais de feminilidade, e deveria se concentrar no que faz de melhor, sua atuação deixa muito a desejar, principalmente se tratando das cenas mais dramáticas, já Michelle Williams se destaca como Avery LeClaire, chefe de Renne, que apesar de bem sucedida também tem problemas de auto estima.

“Sexy por Acidente” marca a estreia de Abby Kohn e Marc Silverstein na direção com comédia que segue moldes já conhecidos e consegue arrancar uma risada ou outra, mas não é assim tão inspirador como deseja ser.