No dia 29 de dezembro, a Netflix disponibilizou em seu catálogo a quarta temporada do sucesso “Black Mirror”. Dentro dos seis episódios, o primeiro era o mais aguardado “U.S.S. Callister”, dirigido por Toby Haynes e estrelado por Cristin Milioti (“How I Meet Your Mother”), Jesse Plemons (“Fargo”), Jimmi Simpson (“Westworld”), Michaela Coel (“Chewing Gum”), Paul G. Raymond (“Find Fatimah”), Osy Ikhile (“Castelo de Areia”) e Milanka Brooks (“Do Not Disturb”).

No episódio Daly é um programador de um jogo de realidade virtual de sucesso, porém sua engenhosidade não é reconhecida no trabalho, sendo Daly menosprezado por diversos colegas de trabalho. Mas o cenário muda quando Daly, em seu computador pessoal, cria uma réplica do jogo em versão no espaço – “Star Trek”. Nesse mundo paralelo, o Capitão Daly comanda sua nave espacial com coragem e sabedoria, ao lado de sua equipe que é composta por seus colegas de trabalho, que na verdade estão aprisionados no jogo onde Daly usa o DNA de seus colegas para recriá-los no mundo online, a fim de humilhá-los constantemente por “algo errado” que tenham feito no mundo real.

Em entrevista ao The Hollywood Reporter, o diretor do episódio falou sobre um possível spin off do capítulo, “Eu estava conversando com Louise Sutton, que produziu isso e ‘Metalhead’, e ela teve uma brilhante ideia de transformar [o episódio] para uma série de TV. Eu adoraria fazer uma série de TV de ‘USS Callister’ – provavelmente é um dos melhores pilotos para um espetáculo espacial de todos os tempos. E eu fiz isso! Então eu estou ansioso para vê-lo como uma série de TV. Eu acho que Charlie [criador da série] pode revisitá-lo como ‘Black Mirror’. Mas se eu vou comandar, eu não sei. Sendo um grande fã da série, e tendo trabalhado com a equipe, eu adoraria fazer isso novamente. É um grande presente para um diretor.”. 

A quarta temporada de “Black Mirror” já está disponível na Netflix.