Zumbilândia: Atire Duas Vezes acaba de chegar nas plataformas digitais e o Super Cinema UP conversou com os escritores e produtores executivos Paul Wernick e Rhett Reese.

No segundo filme da franquia de zumbis, anos depois de se unirem para atravessar o início da epidemia zumbi nos Estados Unidos, Columbus (Jesse Eisenberg), Tallahassee (Woody Harrelson), Wichita (Emma Stone) e Little Rock (Abigail Breslin) seguem buscando novos lugares para habitação e sobrevivência. Quando decidem ir até a Casa Branca, acabam encontrando outros sobreviventes e percebem que novos rumos podem ser explorados.

Em conversa sobre o filme, Paul Wernick e Rhett Reese fizeram alguns comentários sobre o processo de usar um Monster Truck no segundo longa da franquia. “Usar o Monster Truck estava no roteiro desde o início, é um dos elementos que sobreviveram às várias diferentes versões do roteiro.” “Nós imaginamos o que gostaríamos de dirigir se estivéssemos vivendo num ambiente desses em que os personagens vivem. Com certeza pensamos em um Monster Truck.”

“Originalmente nós pensamos em ter a cena do Monster Truck em um estádio, mas a escala ficou muito grande e não tínhamos verba para isso, então tivemos que trabalhar com outras opções”, explica Reese.

Wernick e Reese comentaram sobre o reinvento do gênero zumbi através da comédia, “Essa é a lente pela qual enxergamos o mundo, as lentes da comédia. É o que fazemos, nós gostamos de ser divertidos, engraçados, então quando nos deparamos com o gênero pensamos em como poderíamos torná-lo divertido sem sair da proposta do gênero em si.”

Sobre o fato de terem um budget de 42 milhões de dólares numa era em que os grandes blockbusters gastam mais de 200 milhões, os escritores e produtores afirmam: “Nossos filmes têm que funcionar com os personagens, se funcionar, o filme não precisa ser feito com 250 milhões de dólares.”

Zumbilândia: Atire Duas Vezes está disponível em Blu-ray, DVD e nas plataformas digitais.