Quem assistiu ao novo sucesso da Netflix, “13 Reasons Why”, sabe desde o primeiro episódio que Hanna Baker cometeu suicídio. Em entrevista ao Entertainment Weekly a equipe da série comentou sobre o motivo de terem mostrado esse momento.

No último episódio, antes da tradicional vinheta de abertura da série a Netflix colocou o seguinte comunicado “Este episódio contém cenas que alguns espectadores podem considerar perturbadoras e/ou podem não ser adequadas para o público mais jovens, incluindo representações gráficas de de violência e suicídio. Aconselha-se descrição do espectador.”

A cena em questão mostra Hanna na banheira de sua casa, cheia de água onde ela pega uma lâmina e corta os pulsos, sangrando até morrer, até que é achada por seus pais.

“Ele sentiram que por ser uma série de tv, se você vai assistir, você quer mostrar isso tão horrível quanto realmente é” disse o autor do livro Jay Asher, “Da maneira que ela faz isso, você consegue assistir e não sentir que é algo glamorizado. Parece e é doloroso, e quando ela é achada pelos pais, é absolutamente arrasador.”

O roteirista e criador da série, Brian Yorkey declarou “Trabalhamos duro para que não fosse gratuito, mas nós queríamos que fosse doloroso de assistir porque nós queríamos ser claros que não há nada, de nenhuma maneira, que valha a pena cometer suicídio.”.

A série acompanha a história de Clay Jensen, um jovem que ao retornar da escola encontra uma caixa misteriosa endereçada a ele em sua varanda. Dentro dela, há fitas gravadas por Hannah Baker — a colega de classe de quem ele gostava e que cometeu suicídio duas semanas antes. Nas fitas, Hannah explica as 13 razões para ter decidido acabar com a própria vida.

O elenco da série conta com Alisha Boe, Katherine Langford, Dylan Minnette, Miles Heizer, Brandon Flynn, Ross Butler, Kate Walsh, Justin Prentice, Derek Luke, Brian d’Arcy James, Devin Druid, Christian Navarro, Amy Hargreaves, Ajiona Alexus, Steven Silver, Michele Selene Ang e Sosie Bacon.