No mundo do cinema, existem filmes que, por algum motivo, não tem o reconhecimento merecido. Já outros se tornam muito bons, pelo menos para boa parte do público e até para a critica especializada e que, por isso, mereciam, sua sequência. Contudo, falhas de produção, atraso nas filmagens, falta de patrocínio, desinteresse do elenco e até ambições mais sérias dos criadores são alguns pontos que influenciaram na desconstrução de uma determinada sequência. O que talvez chame a atenção do leitor é o fato de existirem, dentre os filmes comentados, sequências que também mereciam uma continuação.

A Bussola de Ouro

Talvez o exemplo mais famoso das sequências que não saíram do papel. Esta incrível produção ganhadora do Oscar de Efeitos Visuais obteve criticas mistas em torno do seu enredo com direito até mesmo a uma campanha negativa realizada por católicos americanos por considerarem o filme ateísta. O que não agrada ao público até hoje é o fato da história do filme ter tanto a contar, mas infelizmente ter parado no primeiro longa.

bussola

Eu sou o número 4

Outra produção bastante comentada e que agradou ao público fã de ficções literárias, mas que não teve o sucesso necessário para se falar em uma continuação da história. O que afetou mais os planos de uma produção futura foram às críticas negativas por parte dos especialistas.

NUMERO 4

Planeta dos Macacos (de Tim Burton)

Uma produção bem trabalhada em termos de efeitos que fazem jus ao reconhecimento de muitos outros filmes do diretor Tim Burton e que se planejava uma sequência, se não fosse pelo final do filme. A ideia era explicar, na sequência, os efeitos visualizados naquela parte final. Contudo, esta informação ficou tão confusa ao telespectador, que, devido às críticas destrutivas, os realizadores decidiram não colocar em prática esta tarefa.

PLANETA

Os Goonies

Este é um exemplo das sequências mais desejadas pelo público e que, infelizmente, não poderão desfrutar, primeiro porque nunca se pensou com firmeza em realizar uma continuação da história dos famosos aventureiros mirins e, segundo, uma sequência sem os atores principais (os quais já passaram da idade) não ficaria pra lá de criativa, bem como também realizar um remake com outros atores é algo um tanto arriscado e que, nos dias atuais, seria um verdadeiro tiro no pé, ao apresentá-lo a um público tão exigente.

goonies

As Crônicas De Nárnia

Embora tenha se tornado uma franquia com três filmes, muitos fãs ficaram chateados por não haver um quarto filme. Os produtores levaram em consideração de que não importava mais quem fosse para o reino de Nárnia, uma vez que seus personagens principais (Pedro, Suzana, Edmundo e Lúcia) não poderiam mais retornar, sem falar que o personagem Eustáquio se tornou tão irritante no terceiro filme que dificilmente conseguiria ganhar a atenção do público em uma quarta sequencia. As criticas negativas e a baixa bilheteria da terceira parte também influenciaram na desistência dos realizadores de quererem aumentar a franquia.

CRONICAS

Percy Jackson

Embora não seja impossível e, uma vez que existe um terceiro livro chamado de “Percy Jackson e os Olimpianos”, a adaptação para o cinema da terceira parte permanece como incerta há exatos três anos e, no andar da carruagem, estando os atores cada vez mais velhos para interpretarem seus papéis principais, caso os produtores não tomem nenhuma atitude com relação à terceira parte, chegará o momento em que não será mais possível realizá-la a não ser através de remake ou até mesmo com atores novos. Ideias estas que nem sempre agradam ao público.

Logan Lerman and Alexandra Daddario.

A Origem

Após tamanho alvoroço em torno desta produção, se falou por algum tempo em uma continuação, até merecida. Contudo, muitos pontos foram considerados para que a sequência não saísse do papel. Um deles foi o fato de Leonardo Dicaprio não se interessar em fazer sequências e uma continuação de “A Origem” não seria exceção. Outro ponto que ficou marcado foi à frustração daquela parte do público em não ter entendido o filme original. Neste aspecto, embora tenha recebido críticas positivas, foi pensado em suspender essa ideia da sequência, respeitando o telespectador que sequer entendeu o primeiro filme.

(L-r) LEONARDO DiCAPRIO as Cobb and ELLEN PAGE as Ariadne in Warner Bros. Pictures’ and Legendary Pictures’ sci-fi action film “INCEPTION,” a Warner Bros. Pictures release.

Maquina Mortífera

Desconsiderando completamente o absurdo remake da franquia, após o término da quarta parte em1998 e, apesar das críticas negativas do filme, se falou em um quinto filme da série. Após Mel Gibson descartar qualquer possibilidade de ele voltar a interpretar o policial Martin Riggs, surgiu um boato de que iriam levar a série adiante apenas com o personagem de Danny Glover, o que não ficaria nada original, fazendo com que os realizadores abandonassem qualquer ideia para ressuscitar a franquia. Irônica e curiosamente, após ter descartado a ideia de continuação de ‘Maquina Mortifera’, Mel Gibson teve a chance de dar sequência a uma franquia que realmente lhe interessava, ‘Mad Max’. Contudo, seus problemas com alcoolismo levaram a sua substituição em relação ao papel principal.

MAQUINA