Sinopse De Volta ao Jogo

“John Wick não é o bicho papão. Ele é o cara que nós mandamos para matar o bicho papão”. Desta forma, o chefe da máfia russa, Viggo Tarasov (Michael Nyqvist), define o personagem de Keanu Reeves no filme “De Volta ao Jogo”, que estreou na última quinta-feira nos cinemas de todo o Brasil.
No longa, John Wick é um dos assassinos mais temidos de toda Nova York, cuja fama corre além das fronteiras da cidade. Um dia, após se aposentar, ele precisa lidar com a dor causada pela morte da esposa. Ele, então, recebe em sua porta um presente que ainda poderia conectá-lo à sua mulher: um cachorro. Após o funeral, John tem sua casa invadida, o cachorro assassinado e seu carro roubado. E a única coisa que ele quer agora é vingança!
Como qualquer filme de ação, esse é mais um daqueles cheio de frases de efeito, cenas de perseguição bem construídas e com um grande destaque – uma trama relevante e com um personagem convincente e forte. É importante frisar que desde ‘Matrix’ não se via uma coreografia de luta tão brilhante quanto a deste filme. Keanu Reeves se dedicou, assim como fez em filmes anteriores, como ’47 Ronin’. Sendo assim, o personagem vai até às últimas consequências para vingar seu cachorro e isso era tudo o que se esperava da atuação de Keanu Reeves.
Também podemos ver John Wick como um personagem surpreendentemente confiante. Além disso, alguns atores coadjuvantes são necessários para a trama e responsáveis pelo sucesso da composição do protagonista, como é o caso de Marcus, interpretado por Wilhem Dafoe. A amizade dos dois é algo que vai além dos trabalhos mafiosos, parece ser algo vindo de outras vidas. A também assassina de aluguel Miss Perkins, interpretada por Adrianne Palicki, é uma revelação nesse excelente thriller.
Ainda que a trama não possua muitas cenas espetaculares, quase nenhuma surpresa, e os vilões pareçam um pouco caricatas, a máfia russa, mais uma vez será “destruída” nesse bom filme, que alterna o suspense com a ação a todo momento. Exemplo disso, é uma cena em uma boate, que consegue atingir todo o clímax com poucos elementos e não há como não torcer pela vingança do protagonista.
A trilha sonora, marca cada cena de forma impactante e não deixa passar despercebida a ação frenética do longa. Já a fotografia é um elemento que é precisa ser levada em consideração, pois em um cenário, composto por ambientes escuros ou sem muita iluminação, a direção fez um ótimo trabalho.
Assista a ‘De Volta ao Jogo’ e alinhe a ação e a tensão em um só lugar!

Confira o trailer do filme: