83 copy

Além disso, Holmes era usuário de cocaína, e House era dependente do medicamento Vicodin, usado para amenizar suas dores em uma de suas pernas causadas por um aneurisma na coxa. House é, assim como Holmes, determinado à solucionar o problema que lhe é apresentado, e ambos fazem isso com classe, como podemos ver quando o doutor chega à diagnósticos impressionantes de seus pacientes, mesmo sendo incapaz de se relacionar com os mesmos. É possível perceber inúmeras semelhanças entre os dois personagens durante as oito temporadas.

Hugh Laurie faz um trabalho de cair o queixo interpretando o protagonista da série. O ator, que declarou ter vivido um pesadelo ao estrelar “Dr. House”, conseguiu dar vida à um personagem único e extremamente excêntrico, que utiliza uma bengala, marca registrada do personagem, em decorrência das dores que sentia. Gregory demonstra uma frieza contagiante, seguida por arrogância e orgulho. Interpretar o frio médico não deve ter sido nada muito complicado para Hugh, já que o ator estava desprezando atuar na série, anunciando odiar ser fotografado por fãs e fotógrafos, comparando o sucesso à uma “gaiola dourada”. O ator, de origem inglesa, teve que deixar o sotaque britânico de lado e virar um nativo norte-americano nos sets de filmagens. Se Hugh Laurie realmente não viu vantagens em estrelar “Dr. House” nós não sabemos, mas o que não se discute é o sucesso que a série conquistou durante todos os anos em que foi ao ar, e não foi por menos, com um roteiro inovador, uma direção espetacular e atores brilhantes, como Omar Epps, Jesse Spencer, Jennifer Morrison, Robert Sean Leonard e Lisa Edelstein. O último episódio da série foi ao ar dia 21 de maio de 2012 nas televisões brasileiras, deixando dezenas de milhares de fãs desolados.