Junho se aproxima e junto com ele o Festival Varilux de Cinema Francês 2017. Nesse ano o festival terá início dia 7 e terminará dia 21 do mesmo mês.

Além da exibição de filmes, a mostra conta com laboratório de roteiros, debates com os artistas, sessões educativas e de democratização, mesa-redonda com o documentário do ano e muito mais.

Essa edição conta com 19 produções, sendo um documentário e um clássico. Confira abaixo.

“Uma Agente Muito Louca”, de Dany Boon (2017)

“Amanhã”, de Cyril Dion e Mélanie Laurent (2015) – Documentário

”Na Cama com Victoria”, de Justine Triet (2016)

”Coração e Alma”, de Katell Quillévéré (2016)

“Uma Família de Dois”, de Hugo Gélin (2017)

“O Filho Uruguaio”, de Olivier Peyon (2017)

”Frantz”, de François Ozon (2017)

“Um Instante de Amor”, de Nicole Garcia (2016)

”Perdidos em Paris”, de Fiona Gordon, Dominique Abel (2017)

“Um Perfil para Dois”, de Stéphane Robelin (2017)

“O Reencontro”, de Martin Provost (2017)

”Rock’n Roll – Por Trás da Fama”, de Guillaume Canet (2017)

“Rodin”, de Jacques Doillon (2017)

”Tal Mãe, Tal Filha”, de Noémie Saglio (2017)

”Tour de France”, de Rachid Djaïdani (2016)

”Na Vertical” , de Alain Guiraudie (2016)

”A Viagem de Fanny”, de Lola Doillon (2016)

”A Vida de uma Mulher”, de Stéphane Brizé (2016)

”Duas Garotas Românticas”, de Jacques Demy e Agnès Varda (1967) – Clássico

Ao todo o festival irá passar por 55 cidades brasileira, sendo Aracaju (SE), Barretos (SP), Barueri (SP), Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Blumenau (SC), Buzios (RJ), Brasilia (DF), Campinas (SP), Campo Grande (MS), Caxias do Sul (RS), Caxambu (MG), Cotia (SP), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), Foz do Iguaçu (PR), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Juiz de Fora (MG), Jundiaí (SP), Londrina (PR), Macaé (RJ), Maceió (AL), Manaus (AM), Maringá (PR), Mossoró (RN), Natal (RN), Niterói (RJ), Nova Friburgo (RJ), Pelotas (RS), Petrópolis (RJ), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Ribeirão Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ), Rio Verde (GO), Salvador (BA), Santa Maria (RS), Santos (SP), São Carlos (SP), São José do Rio Preto (SP), São Luiz (MA), São Paulo (SP), Theresina (PI), Vitória (ES), Volta Redonda (RJ).

Os artistas que irão vir para o Brasil são Dominique Abel e Fiona Gordon, diretores e atores de “Perdidos em Paris”; o ator Sadek, de “Tour de France”; diretora Noémie Saglio e a atriz Camille Cottin, de “Tal mãe, tal filha”; o diretor Olivier Peyon e o ator Ramzy Bedia, de “O Filho Uruguaio”.

O Festival Varilux de Cinema Francês ainda não possui a programação por cidades, mas fique atento ao site oficial do evento www.variluxcinefrances.com

Sinopses.

“Uma Agente Muito Louca”: A policial Johanna Pasquali é desligada, cabeça ao vento e desajeitada. Relegada a perigosas atribuições como multas de trânsito ou pequenos furtos à lojas, ela usa cada minuto do seu tempo livre para transformar seu sonho em realidade: tornar-se a primeira policial feminina a fazer parte do RAID, a tropa de elite francesa. Por razões misteriosas e políticas, ela é aceita no programa de treinamento da unidade de elite, e se torna o problema de Eugène Froissard, o mais misógino dos agentes da RAID. Essa dupla improvável está encarregada de parar a Gangue Leopardo, que está por trás de audaciosos roubos nas ruas de Paris. Mas antes de colocar os malfeitores atrás das grades, eles precisam encontrar uma maneira de serem parceiros sem que se matem, seja em treinamento ou trabalhando em casos complicados.

“Amanhã”: E se mostrar soluções e contar uma boa história fosse a melhor maneira de resolver as crises ecológicas, econômicas e sociais que atravessam nossos países? Após a publicação de um estudo que anunciava o possível desaparecimento de parte da humanidade até 2100, Cyril Dion e Mélanie Laurent partiram com uma equipe de quatro pessoas por dez países para entender o que poderia provocar essa catástrofe e, sobretudo, como evitá-la. Durante a viagem, encontraram pioneiros que reinventaram a agricultura, a energia, a economia, a democracia e a educação. Todas juntas, estas iniciativas positivas e concretas, já contribuem para definir o mundo de amanhã.

”Na Cama com Victoria”: Victoria Spick é uma advogada criminalista cuja vida amorosa é nula e vazia. Em um casamento, ela se encontra com seu velho amigo Vincent, e dá de cara com Sam, um traficante que ela defendeu com sucesso. No dia seguinte, Vincent é acusado de tentativa de assassinato de sua namorada. A única testemunha é o cachorro da vítima. Victoria relutantemente concorda em defender Vincent e contrata Sam como assistente. Dá-se início, então, a uma série de cataclismos na vida de Victoria.

”Coração e Alma”: Tudo começa ao amanhecer; três jovens surfistas em um mar furioso. Poucas horas depois, a caminho de casa, ocorre um acidente. Agora totalmente ligado à máquinas em um hospital em Le Havre, a existência de Simon é pouco mais do que uma ilusão. Enquanto isso, em Paris, uma mulher aguarda o transplante de órgão que lhe dará uma nova chance de vida.

“Uma Família de Dois”: Samuel nunca foi de ter muitas responsabilidades. Levando uma vida tranquila ao lado das pessoas que ama no litoral sul da França, ele vê tudo mudar com a chegada inesperada de um bebê de poucos meses chamada Glória, sua filha. Incapaz de cuidar da criança, ele corre para Londres a fim de encontrar a mãe biológica, mas, sem sucesso, decide criá-la sozinho. Oito anos depois, quando Samuel e Glória se tornam inseparáveis, a mãe retorna para recuperar a menina.

“O Filho Uruguaio”: É no Uruguai que Sylvie finalmente encontra a pista sobre o paradeiro de seu filho, sequestrado há quatro anos pelo ex marido. Com a ajuda preciosa de Mehdi, ela vai recuperá-lo, mas ao chegar lá, nada acontece como previsto: a criança, criada por sua avó e sua tia, parece feliz e radiante. Sylvie percebe que Felipe cresceu sem ela e que agora sua vida é em outro lugar.

”Frantz”: Em uma pequena cidade alemã após a Primeira Guerra Mundial, Anna visita diariamente o túmulo de seu noivo Frantz, morto na França. Um dia, um jovem francês, Adrien, também deixa flores no túmulo. A presença dele logo após a derrota alemã inicia paixões.

“Um Instante de Amor”: Ao fim da Segunda Guerra Mundial, Gabrielle encontra-se velha demais para permanecer solteira e é obrigada a casar-se com um viúvo frequentador de prostíbulos. Infeliz e incapaz de engravidar, Gabrielle viaja em busca de cura em águas termais e se envolve romanticamente com um militar casado.

”Perdidos em Paris”: Fiona, bibliotecária de uma pequena cidade canadense, recebe uma aflita e angustiada carta de sua tia Marta, uma senhora de 93 anos, que vive sozinha em Paris. Sem pestanejar, Fiona embarca no primeiro avião rumo à capital francesa apenas para descobrir que Martha desapareceu. Em uma verdadeira avalanche de desastres inexplicáveis, Fiona conhece Dom, um sem-teto egoísta e sedutor, que não vai deixá-la seguir sozinha em sua busca. Um conto divertido e cativante sobre três pessoas peculiares perdidas em Paris. Dos mesmos diretores e comediantes de Rumba e La fée.​

“Um Perfil para Dois”: Pierre é um viúvo e aposentado que não sai de casa há mais de 10 anos. Descobre as alegrias da internet graças a Alex, um jovem contratado por sua filha para lhe ensinar o básico de computadores. Em um site de namoro, uma mulher jovem e bela, que usa o codinome flora63, é seduzida pelo romantismo de Pierre e o propõe um primeiro encontro. Apaixonado, Pierre volta a viver feliz, mas em seu perfil ele colocou a foto de Alex e não a sua. Pierre deve agora convencer o jovem Alex de encontrar Flora em seu lugar.

“O Reencontro”: Claire exerce a profissão de parteira com muita paixão. Mas preocupada com sua maternidade, vê sua vida virada de cabeça para baixo pelo retorno de Beatrice, a extravagante ex-mulher de seu falecido pai.

”Rock’n Roll – Por Trás da Fama”: Guillaume Canet, 43 anos é realizado na vida e tem tudo para ser feliz… Numa filmagem, uma linda atriz de 20 anos vai cortar seu entusiasmo ao dizer a ele que não é mais tão « Rock », que inclusive, nunca foi e, para acabar de vez com ele, que caiu muito na “lista” dos atores mais desejados… Sua vida familiar com Marion, seu filho, sua casa de campo, seus cavalos, seus cabelos, dão a ele uma imagem cafona e que não é mais exatamente sexy… Guillaume entende que é urgente mudar tudo. E ele resolve ir longe, bem longe, sob o olhar estupefato e impotente de quem o cerca.

“Rodin”: Em Paris de 1880, Auguste Rodin finalmente recebe, aos 40 anos, sua primeira encomenda do Estado: A Porta do Inferno, obra composta de figuras que farão sua glória, como O Beijo e O Pensador. Ele divide sua vida com Rose, sua eterna companheira, quando conhece a jovem Camille Claudel, sua aluna mais talentosa, que rapidamente torna-se sua assistente e, em seguida, sua amante. Dez anos de paixão, mas também dez anos de admiração e cumplicidade compartilhada. Após a dissolução, Rodin continua a trabalhar com determinação. Ele deve encarar a rejeição e o entusiasmo que a sensualidade da sua escultura provoca e assina com seu Balzac, rejeitado enquanto vivo, ponto de partida incontestável da escultura moderna.

”Tal Mãe, Tal Filha”: Inseparáveis, Avril e sua mãe, Mado, não podem ser mais diferentes uma da outra. Avril, 30 anos, é casada, tem um emprego fixo e é organizada, ao contrário de sua mãe, eterna adolescente irresponsável e petulante, que vive à custa de sua filha desde o seu divórcio. Mas quando as duas mulheres se veem grávidas ao mesmo tempo e sob o mesmo teto, o choque é inevitável. Mado está em plena crise de juventude e não está pronta para ser avó e Avril, por sua vez, tem grande dificuldade de imaginar sua mãe… mãe!

”Tour de France”: Far’Hook é um jovem rapper de vinte anos que é forçado a deixar Paris por um tempo. Seu produtor, então, recomenda que o jovem artista passe um tempo com seu pai, Serge, um homem decidido a seguir os passos de Joseph Vernet, um famoso pintor francês. Logo, o rapper se junta a Serge e a jornada dos dois criará uma amizade improvável entre dois homens extremamente distintos.

”Na Vertical”: Leo está à procura de um lobo. Durante uma caminhada no sul da França conhece Marie, uma pastora de espírito livre e dinâmico. Nove meses depois, nasce o filho dos dois. Sofrendo de depressão pós-parto e sem fé em Leo, que vai e vem sem aviso, Marie os abandona. Leo encontra-se sozinho, com um bebê para cuidar. Através de uma série de encontros inesperados e incomuns, o filme apresenta várias camadas subjetivas que nos apresentam a natureza, o sexo, o onírico, a velhice, a morte, a complexidade da vida. Leo vai fazer o que for preciso para se manter de pé.

”A Viagem de Fanny”: Com seus 12 anos, Fanny é cabeça dura! Mas é, sobretudo, uma jovem corajosa que, escondida num lar distante de seus pais, cuida das duas irmãs mais novas. Tendo que fugir precipitadamente, Fanny se coloca à frente de um grupo de 8 crianças e inicia uma perigosa viagem através da França ocupada para chegar à fronteira suíça. Entre medos, gargalhadas e encontros inesperados, o grupinho aprende o que é independência e descobre o valor da solidariedade e da amizade.

”A Vida de uma Mulher”: Jeanne volta para casa após completar os estudos e passa a ajudar os zelosos pais nas tarefas do campo. Certo dia o visconde Julien de Lamare aparece nas redondezas e logo conquista o coração da jovem, que, encantada, com ele se casa e vai morar. Conforme o tempo avança Julien se mostra infiel, avarento e nada companheiro, o que vai minando a alegria de viver da antes esperançosa Jeanne.

”Duas Garotas Românticas”: Delphine e Solange são duas irmãs de 25 anos que vivem em Rochefort, na França. Delphine é professora de dança, enquanto Solange ensina piano. Ambas sonham em encontrar um grande amor, assim como os rapazes que chegam à cidade e passam a frequentar o bar da família.