59 copy

Hercules, o grande herói da mitologia grega ganhou mais uma adaptação, o que deveria ser ótimo, mas infelizmente não é. O longa de Renny Harlin, “Hercules” chegou aos cinemas do país em 07 de fevereiro de 2014, e com ele, chegou também a decepção. Com um roteiro fraquíssimo e um elenco bem amador, o filme constrói uma melancolia bem presente em filmes como “300”, o que nos faz levar como hipótese que a direção de arte possa ter se inspirado no mesmo para criar a arte do filme estrelado por Kellan Lutz. O ator, juntamente com a atriz Gaia Weiss formam o par romântico que dá, à obra, um núcleo mais ameno. A atuações dos dois é bastante fraca, o que não é diferente do resto do elenco, que trabalha com pouquíssima intensidade.
Os efeitos especiais do longa são bons até certo ponto. Com um roteiro pouco expressivo, os efeitos se tornam apenas efeitos, e é isso que acontece no filme de Harlin.
Hollywood ainda traz para os cinemas em 2014 uma outra adaptação da história do semi-deus, desta vez, o papel principal ficará nas mãos de Dwayne Johnson, o “The Rock”. O filme terá como título “Hércules: As Guerras Trácias” e Brett Ratner na direção. Ian McShane, Joseph Fiennes, Ingrid Bolso Berdal e John Hurt, integram o longa e garantem que o filme tem tudo para se tornar um grande blockbuster. Ser melhor que “Hercules” não é muito difícil, afinal, o mesmo é apenas uma superprodução mal elaborada.