O planeta está sofrendo. Poluição, desmatamento, perda da biodiversidade são alguns dos problemas que a humanidade está causando para nosso lar chamado Terra. Para que a situação mude e que os humanos possam viver em um mundo saudável e vivo, é preciso mudar algumas atitudes, e principalmente, em união.

A fama pode gerar muitas coisas, e a principal delas é visibilidade. Alguns cantores, atores, diretores aproveitam muito desse holofote para chamar atenção a causas urgentes, algumas para defender os animais e outras contra o desmatamento, mas todas em prol de um mundo melhor. Confira agora cinco artistas que lutam por essas causas.

Leonardo DiCaprio
ma-1

O ator e produtor americano chamou a atenção do mundo em seu discurso sobre a sua preocupação com mudanças climáticas após vencer o Oscar de melhor ator por ‘O Regresso’, mas sua luta pelo meio ambiente já é antiga. No ano de 2003 recebeu o título de Líder Ambiental pela associação Global Green USA, além de ter criado uma fundação com seu nome que realiza trabalhos ambientais, reunindo os problemas mais urgentes.

DiCaprio também levou sua luta para o cinema. Co-produziu e narrou o documentário ‘11th Hour’ (2007) que trata do aquecimento global, produziu o reality show ‘Greensburg’ (2008-2010) e o documentários ‘Water Planet’, no qual também narrou. No ano de 2013 doou um milhão de dólares ao WWF em defesa aos tigres, que estão passando por uma “extinção”. Seu trabalho mais recente está na produção do documentário ‘Before the Flood’, que aborda as mudanças climáticas do planeta e estreia em outubro nos Estados Unidos. Neste ano, DiCaprio também apoiou o fim do abate aos elefantes da Sumatra e convidou a todos assinarem uma petição para o governo da Indonésia aumentar a proteção aos animais.

Edward Norton
ma-2

O cuidado da natureza vem do berço. Seu pai, Edward Mower Norton Jr também defende a ecologia e seus avós fundaram uma organização com o objetivo de fornecer moradia. Desde 2013 é embaixador da ONU para a biodiversidade e criou uma plataforma digital que estimula a participação em ações beneficentes. Após arrecadar um milhão de dólares em uma maratona em Nova York, o ator destinou o dinheiro a comunidades do Quênia.

Em 2014, junto com Julia Roberts, Kevin Spacey, Penélope Cruz e Robert Redford, participou da campanha “A natureza está falando”, criada e desenvolvida pelo publicitário Lee Clow. A campanha tratava de vídeos narrados pelos artistas com mensagens que transmitiam a ideia de que a natureza não precisa do homem, mas o homem é quem precisa da natureza.

Cate Blanchett
ma-3

A atriz é associada à Fundação Australiana de Conservação e também discute sobre mudanças climáticas e participa da campanha “Hora do Planeta”, que tem o objetivo de incentivar a todos desligarem suas luzes durante uma hora em um dia do ano. Participa de protestos, eventos e passeatas defendendo o meio ambiente, além de realizar doações a associações ligadas ao tema.

A atriz também tem o objetivo de reduzir carbono, instalou painéis de energia solar em sua casa e reduziu em 20% seu consumo de água e luz. Em 2011, deixou sua mansão em Sydney mais ecológica, investindo U$ 10 milhões.

Robert Redford
ma-4

Estando à frente da diretoria do órgão ambiental americano “Natural Resources Defense Council”, o ator lutou pela campanha que protege o deserto de Utah e fez as prefeituras americanas enxergarem, como prioridade, o aquecimento global. No ano de 2008 também co-produziu o documentário ‘The Unforeseen’, que serve de alerta para a especulação imobiliária em relação a saúde e a natureza.

Gisele Bündchen
ma-5

O Brasil também está presente na causa, e muito bem representado. A modelo e também atriz de Hollywood, Gisele Bündchen é embaixadora da “Boa Vontade” do PNUMA há mais de seis anos e chama atenção para os problemas contra o meio ambiente. Em 2008, junto com sua família, criou o “Projeto Água Limpa” que implementa ações de gestão ambiental para a preservação das bacias de Horizontina e Tucunduva, no Rio Grande do Sul.

No ano de 2009 foi nomeada embaixadora da ONU por projetos realizados em nome da sustentabilidade, campanhas de incentivo e adoção de programas de eficiência. Neste ano, foi nomeada embaixadora da boa vontade pela ONU e se tornou garota propaganda de uma campanha que visa combater o tráfico ilegal de tartarugas marinhas.