SINOPSE

Dirigido por Jon Favreau (Homem de Ferro), baseado nas eternas histórias de Rudyard Kipling e inspirado no clássico longa de animação da Disney, Mogli - O Menino Lobo (The Jungle Book) chega uma aventura épica inédita sobre Mogli (novato Neel Sethi), um menino criado por uma família de lobos. Mas Mogli sente que não é mais bem-vindo na floresta quando o temido tigre Shere Khan (voz de Idris Elba), que carrega cicatrizes causadas por caçadores, promete eliminar o que ele considera uma ameaça. Forçado a abandonar o único lar que conhece, Mogli embarca em uma cativante jornada de autoconhecimento, guiado pela pantera e mentora Bagheera (voz de Ben Kingsley) e pelo alegre urso Baloo (voz de Bill Murray). Pelo caminho, Mogli encontra criaturas da selva que não são exatamente bondosas, incluindo Kaa (voz de Scarlett Johannsson), uma cobra cuja voz sedutora e olhar penetrante hipnotizam o menino-lobo, e Rei Loiue (voz de Christopher Walken), o nobre de fala mansa que tenta convencer Mogli a contar o segredo da ilusória flor vermelha mortal: o fogo. O elenco estelar na versão original em inglês também inclui Lupita Nyong'o como a voz da mãe lobo ferozmente protetora Raksha, e Giancarlo Esposito como a voz do macho alfa da alcateia, Akela. Mogli - O Menino Logo (The Jungle Book) mescla com perfeição ação de atores com animais e ambientes fotorrealistas em CGI, usando tecnologias avançadas e técnicas narrativas para envolver a plateia em um mundo exuberante e encantador. A aventura selvagem chega aos cinemas em 3D em 2016.

FICHA TÉCNICA

Direção:

Jon Favreau

Roteiro:

Justin Marks, Rudyard Kipling

Gênero:

Aventura, Família, Fantasia

Produção:

Jon Favreau

Elenco:

Neel Sethi, Ritesh Rajan, Bill Murraym, Ben Kingsley

Nacionalidade:

EUA

Ano de Produção:

2015 / 2016

Data de Lançamento:

14 de abril de 2016 (1h 46min)

Distribuição:

DISNEY / BUENA VISTA

CLASSIFICAÇÃO

Direção:

Roteiro:

Fotografia:

Trilha-Sonora:

Efeitos Visuais:

Efeitos Especiais:

Item não avaliado

Direção de Arte:

Elenco:

Montagem:

Figurino:

Maquiagem:

Item não avaliado

Mogli

A Disney Studios mais uma vez se fortalece com uma repaginada na assinatura de seus filmes. A aguardada produção dirigida por Jon Favreau (‘Homem de Ferro’) tem conforto, beleza e ousadia também. A clássica fábula do escritor e poeta britânico Rudyard Kipling já filmada em animação em 1964, na sua versão aqui para “live action” e recursos de CGI modernos, mantêm o espírito dos escritores do século XIX.

Apesar de controverso por suas ideias imperialistas e criação burguesa na Índia, esta história tem uma profunda raiz sobre a formação moral do ser humano. Isto, a produção ‘Mogli – O Menino Lobo’ (The Jungle Book), com estreia para este dia 14, conduz com maestria. O que nos difere dos outros seres da natureza?

Mogli 1

Apesar de nossa fragilidade biológica, podemos criar e adaptar o mundo a nossa vontade. Mas, isto não nos dá o direito de dominar e por conseguinte destruir o que partilhamos dele. Esta é a mensagem para o público adulto, mas para a garotada ainda existe a procura de Mogli por sua identidade, pois apesar do código dos lobos ser sua base cultural, sua natureza é individualista e questionadora.

Claro que tudo isto é mostrado de forma leve e espertamente despretensiosa, com quase o mesmíssimo roteiro de 64 e com duas canções do original, e sim, ‘The Bare Necessites’ é uma delas, cantada aqui pelo urso Balu (Bill Murray) e o super carismático Neel Sethi, a escolha acertadíssima do diretor para encarnar o jovem indiano.

THE JUNGLE BOOK

Para quem não conhece o clássico, Mogli é criado por uma matilha de lobos, até Shere Kahn (Idris Elba), um tigre que amedronta a floresta o considerar perigoso ao equilíbrio dela por sua tendência à dominar, como todo bom homem.

Para quem é avesso ao 3D, fica a recomendação para ver assim mesmo, pois as panorâmicas das quedas d’água, cenas de chuva e saltos entre árvores, ou o estouro de búfalos são uma atração à parte pelo nível de realismo.

Mogli 5

O elenco estelar garante ótima presença aos personagens, como o Rei Louie (Christopher Walken) emulando uma espécie de coronel Curtis dos primatas, e também é uma parte importante para mostrar a visão hierárquica vivida entre lobos, macacos e homens, pois a ‘Flor Vermelha’ (fogo), que Louie quer – representa o poder, enquanto na matilha o poder está no conjunto, no propósito da vida em coletivo.

Parece bobagem mastigar assim uma coisa perceptível e óbvia, mas poucos filmes infantis hoje são realmente formadores de caráter como este. Um alívio para os pais.

THE JUNGLE BOOK