SINOPSE

Ao sair da prisão, a doutora Nise da Silveira volta aos trabalhos num hospital psiquiátrico no subúrbio do Rio de Janeiro e se recusa a empregar o eletrochoque e a lobotomia no tratamento dos esquizofrênicos. Isolada pelos médicos, resta a ela assumir o abandonado Setor de Terapia Ocupacional, onde dá início a uma revolução regida por amor, arte e loucura.

FICHA TÉCNICA

Direção:

Roberto Berliner

Roteiro:

Flávia Castro, Mauricio Lissovsky, Maria Camargo, Chris Alcazar

Gênero:

Drama, Biografia

Produção:

Rodrigo Letier

Elenco:

Glória Pires, Fabrício Boliveira, Roberta Rodrigues, Augusto Madeira

Nacionalidade:

Brasil

Ano de Produção:

2015

Data de Lançamento:

21 de abril de 2016

Distribuição:

Imagem Filmes

CLASSIFICAÇÃO

Direção:

Roteiro:

Fotografia:

Trilha-Sonora:

Efeitos Visuais:

Item não avaliado

Efeitos Especiais:

Item não avaliado

Direção de Arte:

Elenco:

Montagem:

Figurino:

Maquiagem:

nise-poster-630x936

Você já pensou sobre a loucura? O que você sabe sobre ela? De onde ela vem? Talvez ninguém saiba ao certo o que realmente acontece com o cérebro humano para que uma pessoa possa simplesmente se perder dentro dela mesma. Um assunto tão complicado e delicado como esse merece um cuidado dobrado. O diretor Roberto Berliner sabia bem disso ao dirigir ‘Nise – O Coração da Loucura’.

Nise_o_coracao_da_loucura_01_0

O filme, estrelado pela veterana Glória Pires, conta a emocionante história da psiquiatra Nise da Silveira, a primeira mulher a cursar medicina no Brasil, que mudou o rumo da psiquiatria brasileira. O filme explora a revolução realizada por ela no Hospital Psiquiátrico Pedro II no Rio de Janeiro e que ecoou pelo resto do país, abolindo tratamentos violentos e destrutivos, como a lobotomia e o eletrochoque. Nise da Silveira foi pioneira no uso da terapia ocupacional através de um ateliê de pintura e um tratamento baseado no afeto e no convívio com animais domésticos, métodos revolucionários que são referência até hoje.

Gloria Pires_Nise, o coração da loucura_divulgação_0

‘Nise – O Coração da Loucura’ foi filmado durante dois meses no Instituto Nise da Silveira no Engenho de Dentro, local onde ficava o Hospital Psiquiátrico Pedro II, o que fortalece a ambientação da história. A forma como o filme representa a loucura é digna de aplausos, pois ele consegue transmitir um tipo de beleza nessa loucura. ‘Nise’ não é um filme pesado, apesar de falar sobre um assunto pesado. Ele consegue passar a mensagem que se propõe a passar com uma maestria difícil de ser atingida nesse tipo de filme, que trata de assuntos polêmicos.

o-NISE-SILVEIRA-SADE-MENTAL-facebook

A loucura do ser humano se tornou banalizada pela população. Existem muitas pessoas que vivem presas às suas loucuras e não recebem devida atenção, e é exatamente isso que o filme critica. Além disso, ‘Nise’ faz uma dura crítica ao machismo existente na época. É nítido que a psiquiatra não recebia a credibilidade que merecia apenas por ser mulher, porém Nise foi forte o suficiente para encarar todos os preconceitos e mostrar ao mundo a sua força como mulher e como psiquiatra, sendo humana acima de tudo. Para representar essa heroína brasileira, a escolha por Glória Pires foi adequada. Glória é uma atriz intensa e consegue transmitir toda a importância de Nise com maestria. Fabrício Boliveira, que interpreta Fernando, um dos “clientes” de Nise, faz o seu trabalho maravilhosamente bem, sem muitas vezes ter que dizer uma palavra sequer.

Nise, o coração da loucura_Gloria Pires e Fabricio Boliveira por Vantoen P JR (409)_0

Roberto Berliner é um maestro, como Glória mesmo disse, que conseguiu reger uma orquestra difícil. A coragem em fazer um filme como esse, que critica o machismo, valoriza o poder dos animais como grandes auxiliadores nos tratamentos, e aborda um assunto tão delicado é de se aplaudir de pé. Em coletiva de imprensa, o diretor comentou a dificuldade que teve em colocar esse filme na mídia e chamar a atenção de distribuidoras e coprodutoras, o que demostra o quando o Brasil ainda precisa aprender com o Cinema brasileiro.

O Pipoca De Pimenta conversou com os atores Glória Pires, Fabrício Boliveira e Roberta Rodrigues e com o diretor Roberto Berliner sobre ‘Nise – O Coração da Loucura’, confira abaixo: