SINOPSE

Brad (Will Ferrell) é executivo em uma rádio e se esforça para ser o melhor padrasto possível para os dois filhos de sua namorada, Sarah (Linda Cardellini). Mas eis que Dusty (Mark Wahlberg), o desbocado pai das crianças, reaparece e começa a disputar com ele a atenção e o amor dos pimpolhos.

FICHA TÉCNICA

Direção:

Sean Anders

Roteiro:

Brian Burns, Sean Anders, John Morris

Gênero:

Comédia

Produção:

Will Ferrell, Adam McKay, Chris Henchy

Elenco:

Will Ferrell, Mark Wahlberg, Linda Cardellini, Thomas Haden Church

Nacionalidade:

EUA

Ano de Produção:

2015

Data de Lançamento:

28 de janeiro de 2016

Distribuição:

CLASSIFICAÇÃO

Direção:

Item não avaliado

Roteiro:

Item não avaliado

Fotografia:

Item não avaliado

Trilha-Sonora:

Item não avaliado

Efeitos Visuais:

Item não avaliado

Efeitos Especiais:

Item não avaliado

Direção de Arte:

Item não avaliado

Elenco:

Item não avaliado

Montagem:

Item não avaliado

Figurino:

Item não avaliado

Maquiagem:

Item não avaliado

DADDYS-HOME-Poster-Nacional-14Outubro2015

Quando Will Ferrell ingressa um elenco de uma comédia é quase certo de que ela vai ser no mínimo escrachada, mas se engana quem acha que isso é totalmente ruim. Nem sempre uma comédia boa é aquela que faz você rir durante os mais de 120 minutos de filme. Comédia boa é aquela que apresenta uma história interessante, seja ela complexa ou não. O Cinema não é somente para aqueles que querem pensar e pensar e pensar sobre o desenrolar daquela história, para aqueles que querem mergulhar em um drama pesado, digno de Oscar. O Cinema é para todos os tipos de gostos, de tempos, de sentimentos, de vontades. O Cinema também é para aqueles que não estão a fim de encarar uma história pesada, depois de um dia pesado no trabalho, o Cinema também é para aqueles que querem sentar numa poltrona e se divertir. Aquela comédia que você e milhões de pessoas acham “água com açúcar” faz sentido para esse espectador num determinado momento da vida dele. Concluímos então que, o Cinema precisa dessas comédias escrachadas, qual o problema disso?

20160121-1401x788-screen-shot-2015-06-19-at-2.16.53-pm

‘Pai em Dose Dupla’ traz Brad, interpretado por Will Ferrell, um executivo de uma rádio que se esforça para ser o melhor padrasto possível para os dois filhos de sua namorada Sarah, vivida por Linda Cardellini. Tudo parecia ir bem até que Dusty, interpretado por Mark Wahlberg, o desbocado pai das crianças, reaparece e começa a disputar com ele a atenção e o amor deles.

546364

A comédia dirigida por Sean Anders é o tipo de filme que o Cinema precisa, mas poucos têm coragem de admitir. ‘Pai em Dose Dupla’ tem um roteiro bom, uma direção adequada e um elenco muito bem escolhido, formado por Will Ferrell, um veterano do gênero, Mark Wahlberg, que vem criando suas raízes nas comédias, Linda Cardellini, conhecida por seu papel como Velma Dinkley nos live-actions de ‘Scooby-Doo’ e Thomas Haden Church, conhecido por seu papel como Homem Areia em ‘Homem Aranha 3’.

pai-em-dose-dupla-1

Os pontos fortes de ‘Pai em Dose Dupla’ são o elenco, a história original e a trilha sonora. Will Ferrell interpreta muito bem um homem de família com o qual certamente muitos se identificarão. Mark Wahlberg não tem um personagem tão diferente dos que fez em seus últimos trabalhos, como em ‘Ted’ por exemplo, um mulherengo, bonitão, do estilo galã, definido… Nada para se surpreender, mas super adequado para a história.

DADDY'S HOME

‘Pai em Dose Dupla’ é uma ótima comédia que diverte e entretêm, uma ótima opção para terminar um dia pesado.