Ontem (23) a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas divulgou os indicados ao Oscar 2018, e na categoria Melhor Fotografia, Rachel Morrison fez história sendo a primeira mulher indicada a categoria após 90 anos de evento.

Morrison foi indicada pelo filme “Mudbound”, onde a trama gira em torno de dois homens voltam para casa da Segunda Guerra Mundial para trabalhar em uma fazenda no Mississippi rural, onde eles lutam para lidar com o racismo e se adaptarem à vida após a guerra.

Em entrevista ao EW, a diretora de fotografia conta como foi ser a primeira mulher indicada, “É uma enorme honra. Espero que eu seja a primeira de muitas. Se não serve de mais nada, espero que inspire mais mulheres a ficar atrás da câmera e se tornarem diretoras de fotografia.”.

Morrison também comenta como ela e a diretora Dee Rees, estabeleceram o objetivo visual do drama, “Os maiores objetivos foram como você contrasta o sonho americano com a realidade americana – alcance com intimidade. Eu acho que queríamos que ele se sentisse como um grande filme, mas sabíamos que, no final do dia, seria feito nos momentos menores e nos relacionamentos, nas conversas e nas cenas da mesa de jantar e coisas assim. Mas era realmente sobre épico e íntimo, e apenas o sonho americano e a realidade americana.”.

Vale ressaltar que Rachel Morisson também trabalhou no próximo filme da Marvel, “Pantera Negra”, “Eu sabia que ele [diretor, Ryan Coogler] iria infundir o filme com uma mensagem. Eu sabia que não seria apenas um filme típico de super-heróis. E eu também sei o quão importante é ter um super-herói representativo de uma cultura que não é apenas a cultura caucasiana. Para Ryan e tantos outros como ele, é uma chance para as crianças verem uma visão de si mesmos como um super-herói. Eu também sabia que ser a primeira mulher a gravar um filme [do Universo Cinematográfico Marvel] é uma grande responsabilidade e honra, e espero que isso abra porta para mais mulheres filmarem em grandes filmes.”.

“Mudbound” e “Pantera Negra” estreiam dia 15 de fevereiro.