SINOPSE

A série acompanha um grupo de amigos ex-alunos de Harvard que aos 40 anos vivenciam o sucesso ou o fracasso, tanto pessoal quanto profissional. Apresentando as relações entre eles, a série é um retrato cômico das velhas amizades, antigos relacionamentos amorosos, e da busca pelo equilíbrio entre a vida adulta e a nostalgia do passado.

FICHA TÉCNICA

Direção:

Nicholas Stoller

Roteiro:

Francesca Delbanco

Gênero:

Comédia

Produção:

Netflix

Elenco:

Cobie Smulders, Keegan-Michael Key, Annie Parisse, Nat Faxon, Fred Savage, Jae Suh Park

Nacionalidade:

EUA

Ano de Produção:

2017

Data de Lançamento:

14/07/2017

Distribuição:

Netflix

CLASSIFICAÇÃO

Direção:

Roteiro:

Fotografia:

Trilha-Sonora:

Efeitos Visuais:

Efeitos Especiais:

Item não avaliado

Direção de Arte:

Elenco:

Montagem:

Figurino:

Maquiagem:

“Friends From College” é uma série original da Netflix que tentar unir “Friends”, “How I Met Your Mother” e todo aquele nosso amor pela cultura pop, ela parece não ser boa, mas vale dar uma chance.

A nova série de comédia da Netflix conta a história de 6 amigos que se encontram anos depois de terminar a faculdade. Parece, e sim é, muito parecido com tudo que já vimos, porém o toque de um comédia mais real, com toques de besterol diferencia dos sitcons “Friends” e “HIMYM”.

Aqui estamos em mais um produto original da Netflix com intenções que fazem você gostar da série e alguns que fazem você querer desistir dela na mesma hora. Depende da sua paciência e do quanto a sua disposição de rir estiver aberta para novas coisas, o problema principalmente do piloto de “Friends From College” é que ele é muito fraco, não diz pra que veio, não se decide pela comédia realista ou a comédia pastelão, mas pode confiar que ela melhora, e pode se tornar aquela boa série que vemos sempre quando não tem nada de importante na locadora vermelha.

Quando se fala de “How I Met Your Mother”, muitas pessoas dizem que é um dissecação de “Friends” em muitos aspectos, porém o diferencial da série de Ted Mosby no seu início eram as suas manias, o universo que se criava com gostos dos personagens e as suas personalidades simplesmente fez a série do grupo do bar conversar com as pessoas dos anos 2000, ao contrário de “Friends” que puxava algo de “Sienfeld” uma comédia sobre as situações, e a série do grupo do bar partiu para construção de personagens e por assim vai.

O que “Friends From College’ tenta fazer é somar ambas em um momento só, não dando tempo para expandir sua comédia. Até o final de sua temporada a série não se decide quem quer ser, a comédia pastelão ou a inteligente. Isso se deve muito ao seu elenco que não agrada em muitas ocasiões.

O principal é: A série é engraçada?

Existem momentos muito bons, mas também existem aqueles momentos que o personagem Ethan (Keegan-Michael Key) me dá vergonha alheia. O mais estranho da série é que as coisas engraçadas sempre estão fora do círculo de amigos, sempre que um personagem do grupo se encontra em alguma situação fora do grupo é uma boa piada bizarra, quando eles estão juntos tem personagens que não funcionam, o que acaba se tornando aquela piada do seu tio no natal que todo mundo ri pra não perder a amizade. Outra coisa que incomoda muita é o quanto é jogado na história coisas da cultura pop, todo momento alguém cita alguma referência que vai te aproximar daqueles personagens, mas ao contrário de “HIMYM”, a maioria delas são mal colocadas e feitas apenas para mostrar o quanto eles são descolados, modernos e atuais.

“Friends From College” não encontra no seu tom, porém tem um elenco que quando se encontra nas situações certas, exibem um momento que só não se torna lembrável porque as tramas principais são ”tanto faz”. Mesmo com tantos problemas ela melhora, merece uma segunda temporada, e pode se tornar um queridinha assim que saber o que quer se tornar com as próprias pernas.