SINOPSE PEQUENA

A bravura de um homem é exposta por meio de seus atos. Em um ambiente de guerra, onde apenas o mais forte vence, o diretor Clint Eastwood – com sua vasta experiência em filmes desse gênero -, nos agracia com um de seus melhores trabalhos. ‘Sniper Americano’, estrelado por Bradley Cooper, chega aos cinemas em 22 de janeiro, e é baseado na perturbadora história de vida de Chris Kyle, o atirador mais letal das forças armadas norte-americanas. O ótimo filme concorre em seis categorias da 87ª edição do Oscar, entre elas a de Melhor Filme.

Sniper Americano 5

O filme é baseado no livro ‘American Sniper: The Autobiography of the Most Lethal Sniper in U.S. Militar History’, escrito por Kyle antes de ser assassinado a tiros por um soldado veterano que enfrentava estresse pós-traumático no Texas, sua cidade natal. No longa, a atriz Sienna Miller interpreta a esposa do soldado, que supostamente teria matado mais de 160 iraquianos entre os anos 1999 e 2009. Após dez anos de luta no Iraque, o intrigante relato de Kyle comove até os dias atuais. No livro, o soldado fala abertamente sobre os sofrimentos durante a guerra, incluindo as zonas de combate, chegando ao auge da chamada Guerra ao Terror, que é expressamente mostrada nas longas cenas de batalha em campo vividas por Bradley Cooper. Do alto, e com uma mira precisa, o atirador era tido pelos parceiros como o “protetor” dos combatentes que estavam em solo.

Sniper Americano 2

As lições de heroísmo já eram dadas a Kyle por seu pai, quando ainda era um garoto. O rapaz, que sonhava ser caubói, já demonstrava ter habilidade com armas e tiros desde cedo. Em meio a palavras de apoio e de discernimento do patriarca, ele decidiu que defenderia seu país, independente do que custasse. O que importava era defendê-lo do mau. Os vários closes dados no rosto do protagonista deixam implícitos em seu semblante o sofrimento ao atirar em crianças e em famílias em nome do trabalho. Durante as longas e tensas cenas de ação, contudo convincentes, o diretor arquiteta uma forma de nos fazer torcer pelo sucesso da operação e do personagem principal.
O atirador de elite dos Seals – principal força de operações especiais da Marinha dos Estados Unidos e parte do Comando Naval de Operações Especiais (NSWC) – retorna com estresse pós-traumático por conta de mortes brutais de companheiros da equipe por conta da ação de outros atiradores e da frieza que precisou desenvolver ao longo da missão. Com dificuldade na readaptação social, é comovente ver as cenas em que Kyle tenta lidar com a família e amigos, tentando ser novamente um homem amável e atencioso.

TA3A5741.DNG

Mesmo sendo mais um filme de guerra lançado no mercado cinematográfico, o roteiro é interessante, mas a passagem de tempo é muito rápida, deixando furos. Entretanto, é um detalhe que não compromete o desenrolar da trama. A fase de entrada na Marinha, o casamento, a chegada dos filhos, além das cenas de campo – a guerra propriamente dita – são pouco exploradas em relação à história de vida do personagem principal.
Bradley Cooper tem uma atuação natural, mas o personagem é mais comedido em relação aos papeis que ele já interpretou. Todavia, esse papel, ora contido, ora explosivo, lhe rendeu uma indicação ao Oscar como ‘Melhor Ator’. Posso afirmar que desde ‘O Lado Bom da Vida’, eu não via uma atuação tão boa de Cooper. É notória a entrega dele ao personagem, querendo convencer que o atirador além de profissional, é humano e sensível, como, por exemplo, em cenas que ele aparece com os filhos, sem deixar transparecer à esposa que estava com problemas emocionais e até mesmo durante o combate.

Sniper Americano 3

Os efeitos especiais do filme também são condizentes com a perspectiva apresentada. O slow motion utilizado em uma das cenas principais de tiro foi o que deu um diferencial ao filme. Além disso, as cenas reais do funeral de Kyle impactam e cumpre o papel de sensibilizar o público. Pode-se dizer que com pouco, Eastwood conseguiu passar sua mensagem e contar uma das mais completas histórias em uma cinebiografia tão singela.

Trailer do filme: